Esses quadrinhos vão ajudar você a memorizar regras de ortografia

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/imagens-do-dia/2015/10/01/a-reforma-ortografica-e-os-quadrinhos.htm
  • totalImagens: 15
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20151001050000
    • Língua Portuguesa [54332]; Reforma ortográfica [64183]; Gramática [51966];
Fotos

Os sites que já oferecem corretor ortográfico com as novas regras foram prejudicados com a falta de definição do acordo para algumas palavras Orlandeli Mais

Segundo a professora de língua portuguesa Rita Schettini Costa, a população leva em média uma década para se adaptar às mudanças ortográficas Orlandeli Mais

O gerundismo (abuso do gerúndio) é um fenômeno relativamente recente. Há quem diga que essa construção se deve à tentativa de tradução da estrutura do inglês "will be + gerúndio" Orlandeli Mais

O trema não desapareceu de todas as palavras da língua portuguesa. Isso porque será mantido nos nomes estrangeiros, como Bündchen Orlandeli Mais

Em 1945, Portugal adotou mudanças que eliminaram o trema de seu vocabulário Orlandeli Mais

No dicionário Houaiss, o termo whisky é aceito, mas há também a palavra aportuguesada: uísque Orlandeli Mais

Os ditongos são o encontro de duas vogais em uma só sílaba; paroxítonas são aquelas palavras cuja sílaba pronunciada com mais intensidade é a penúltima Orlandeli Mais

Os nomes de lugares também sofrem alteração. Escreveremos, portanto, Coreia, Jureia, Boraceia, Cananeia e Pompeia Orlandeli Mais

As letras i e u continuam a ser acentuadas se formarem hiato, mas estiverem sozinhas na sílaba ou seguidas de s, como baú, baús e saída Orlandeli Mais

A mesma coisa ocorre com as paroxítonas terminadas em -eem. Agora, no presente do indicativo, dizemos 'eles creem', 'eles leem' e 'eles veem' Orlandeli Mais

As novas regras ortográficas ainda não serão adotadas pela maioria das instituições no país. O período de transição termina em dezembro de 2012 Orlandeli Mais

A nova ortografia não só eliminou o acento diferencial mas também fez a junção dos termos 'paraquedas', 'paraquedista' e 'paraquedismo', que agora se escrevem sem acento e sem hífen Acácio Geraldo de Lima Mais

Como o acento diferencial de 'para' não existe mais, altera-se também a grafia dos substantivos compostos em que essa forma do verbo 'parar' aparece, como 'para-raios' Acácio Geraldo de Lima Mais

Quando o prefixo termina com r, só há hífen se a primeira letra do segundo elemento é r ou h Acácio Geraldo de Lima Mais

O hífen deixa de ser empregado quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com uma vogal diferente Acácio Geraldo de Lima Mais

Comente no Facebook