Temer, Aécio e outros políticos são alvos de operação da PF

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/imagens-do-dia/2017/05/18/aecio-e-outros-politicos-sao-alvos-de-operacao-da-pf.htm
  • totalImagens: 51
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170518090300
    • Notícias [35976]; Aécio Neves [8947]; Política [28132]; JBS [52850]; Operação Lava Jato [74500];
Fotos

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Reprodução/TV Globo Mais

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) é alvo de busca e apreensão durante operação da força-tarefa da Lava Jato, em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ). A operação teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal são vistos deixando apartamento do senador Aécio Neves em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ), durante operação da força-tarefa da Lava Jato deflagrada na manhã desta quinta-feira (18). A operação teve início após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal retiram evídências de apartamento do senador Aécio Neves em Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ), durante operação da força-tarefa da Lava Jato deflagrada na manhã desta quinta-feira (18). A operação teve início após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal no Rio de Janeiro (RJ), levam malotes de provas da operação da força-tarefa da Lava Jato deflagrada na manhã desta quinta-feira (18). A operação teve início após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação do senador Aécio Neves pedindo a ele R$ 2 milhões José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal no Rio de Janeiro (RJ), levam malotes de provas da operação da força-tarefa da Lava Jato deflagrada na manhã desta quinta-feira (18). A operação teve início após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação do senador Aécio Neves pedindo a ele R$ 2 milhões José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal deixam casa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao cumprirem mandado de busca e apreensão, no Lago Sul, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (18). O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Aécio, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal deixam casa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao cumprirem mandado de busca e apreensão, no Lago Sul, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (18). O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Aécio, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Mais

Polícia Federal e Ministério Público Federal fazem busca no apartamento de Altair Alves Pinto, ex-funcionário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (18). Ele atuava como espécie de "faz-tudo" do ex-deputado federal Eduardo Cunha, inclusive recebedor de propina da JBS Celso Pupo/Fotoarena/Estadão Conteúdo Mais

Agentes do Ministério Público Federal deixam o local durante busca no apartamento de Altair Alves Pinto, braço direito do ex-deputado federal Eduardo Cunha, durante operação Lava Jato realizada no Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Ele atuava como espécie de "faz-tudo" do ex-deputado federal Eduardo Cunha, inclusive recebedor de propina da JBS Celso Pupo/Fotoarena/Estadão Conteúdo Mais

Agentes do Ministério Público Federal levam malotes de provas após busca no apartamento de Altair Alves Pinto, braço direito do ex-deputado federal Eduardo Cunha, durante operação Lava Jato realizada no Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Ele atuava como espécie de "faz-tudo" do ex-deputado federal Eduardo Cunha, inclusive recebedor de propina da JBS Celso Pupo/Fotoarena/Estadão Conteúdo Mais

Agentes do Ministério Público Federal levam malotes de provas após busca no apartamento de Altair Alves Pinto, braço direito do ex-deputado federal Eduardo Cunha, durante operação Lava Jato realizada no Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Ele atuava como espécie de "faz-tudo" do ex-deputado federal Eduardo Cunha, inclusive recebedor de propina da JBS Celso Pupo/Fotoarena/Estadão Conteúdo Mais

Movimentação de policiais no apartamento de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), na Avenida Atlântica, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (18). Andrea Neves foi presa nesta manhã em Belo Horizonte (MG) acusada de pedir dinheiro para Joesley Batista em nome do irmão, que recebeu R$ 2 milhões do empresário em entrega filmada e registrada. O dinheiro foi dada a um primo de Aécio Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo Mais

José Eduardo Alckmin, advogado de Aécio Neves, chega à residência do senador, no Lago Sul, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (18). O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal realizam operação em um prédio na Rua Samuel Pereira, no bairro Anchieta, em Belo Horizonte (MG), nesta quinta-feira (18), onde o senador Aécio Neves (PSDB-MG) possui um apartamento. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Aécio, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Alex de Jesus/O Tempo/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal realizam operação em um prédio na Rua Samuel Pereira, no bairro Anchieta, em Belo Horizonte (MG), nesta quinta-feira (18), onde o senador Aécio Neves (PSDB-MG) possui um apartamento. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Aécio, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Alex de Jesus/O Tempo/Estadão Conteúdo Mais

Agentes da Polícia Federal realizam operação em um prédio na Rua Samuel Pereira, no bairro Anchieta, em Belo Horizonte (MG), nesta quinta-feira (18), onde o senador Aécio Neves (PSDB-MG) possui um apartamento. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Aécio, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador Alex de Jesus/O Tempo/Estadão Conteúdo Mais

Fachada do condomínio Greenwood Residence, no bairro Vista Alegre, em Curitiba (PR), onde reside o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB- PR). Policiais federais cumpriram mandado de busca e apreensão no imóvel do deputado. O Supremo Tribunal Federal afastou Rocha Loures e o senador Aécio Neves (PSDB) de seus cargos após pedido da Procuradoria-geral da República com base na delação de Joesley Batista e pessoas ligadas ao grupo J&F. Aécio foi gravado solicitando R$ 2 milhões e Rocha Loures foi filmado pela Polícia Federal recebendo dinheiro do empresário Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo Mais

Irmã do senador Aécio Neves a jornalista Andrea Neves foi presa na manhã desta quinta-feira (18) pela Polícia Federal em Belo Horizonte. Na foto, Andrea chega em um carro preto à sede da Polícia Federal na capital mineira. Andrea Neves foi presa nesta manhã em Belo Horizonte (MG) acusada de pedir dinheiro para Joesley Batista em nome do irmão, que recebeu R$ 2 milhões do empresário em entrega filmada e registrada. O dinheiro foi dada a um primo de Aécio Marcos Alves/Agência O Globo Mais

Polícia Federal cumpre mandado na sede da Argeplan Arquitetura e Engenharia Ltda., empresa que tem como sócio João Baptista Lima Filho, coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo e amigo do presidente Michel Temer, no Sumarezinho, zona oeste de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (18) Marcelo Chello/CJPress/Estadão Conteúdo Mais

A casa do senador Aécio Neves (PSDB-MG), no Rio de Janeiro, é alvo de uma operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal na manhã desta quinta-feira (18). Os agentes da PF estão desde o início da manhã na Avenida Vieira Souto, no bairro de Ipanema, para cumprir os mandados de busca a apreensão Severino Silva/Agência O Dia/Estadão Conteúdo Mais

Policiais federais saem do Congresso após busca e apreensão no gabinete do senador Aécio Neves (PSDB-MG). A operação Patmos da PF teve início nesta quinta-feira (18) após a delação do dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação de Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões Renato Costa/Folhapress Mais

Procurador da República Ângelo Goulart Villela é visto no interior de carro da PF. Vilella teve prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (18) porque de acordo com o MPF-DF (Ministério Público Federal no Distrito Federal), foi "infiltrado" pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, para extrair informações da Operação Greenfield, que no ano passado investigou uma série de investimentos suspeitos feitos por fundos de investimento privados em conexão com fundos de pensão de servidores públicos Jorge William/Agência O Globo Mais

18.mai.2017 - Policiais federais chegam na sede da PF (Polícia Federal) na Praça Mauá, Centro do Rio de Janeiro, com materiais apreendidos no apartamento de Aécio Neves, em Ipanema, Zona Sul do Rio Onofre Veras/Agência O Dia/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Andrea Neves chega ao IML (Instituto Médico Legal) de Belo Horizonte, Minas Gerais, onde passará por exame de corpo delito. Em seguida, Andrea será encaminhada a uma unidade prisional próxima à capital mineira Cristiane Mattos/Reuters Mais

18.mai.2017 - Parlamentares do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) deixam a casa do senador Aécio Neves, em Brasília. Em primeiro plano, o ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes. O PSDB se prepara para desembarcar imediatamente do governo de Michel Temer, caso as denúncias contra o presidente se confirmem após a divulgação do áudio gravado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, no qual Temer supostamente dá aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha Wilton Junior/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - O presidente Michel Temer (PMDB) faz pronunciamento público anunciando que não renunciará ao cargo após a divulgação de delações da JBS nas quais o político teria assentido a compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) NBR/Reprodução Mais

18.mai.2017 - "Não renunciarei. Repito, não renunciarei. Sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação indubitável de dúvida não pode persistir por muito tempo", afirmou o presidente. Ueslei Marcelino/Reuters Mais

18.mai.2017 - Temer confirmou o encontro com Joesley Batista, da JBS, e que o empresário contou a ele que "auxiliava um ex-parlamentar". O presidente também disse que seu governo viveu nesta semana "seu melhor e pior momento", com melhora de indicadores econômicos e de emprego, além do avanço de reformas no Congresso, em contraste com o que chamou de "revelação de conversa gravada clandestinamente". Ueslei Marcelino/Reuters Mais

18.mai.2017 - O plenário da Câmara está praticamente vazio na tarde desta quinta-feira. Os poucos deputados que estão no local - às 16h35, eram dez - fazem discursos contra o presidente Michel Temer (PMDB) e de defesa da realização de "eleições diretas já" UOL Mais

18.mai.2017 - Grupo de manifestantes do Rio de Janeiro protesta contra o governo Michel Temer após o pronunciamento do presidente em Brasília. AP Photo/Silvia Izquierdo Mais

18.mai.2017 - Um homem acompanha o pronunciamento do presidente Michel Temer em uma loja de eletrodomésticos no centro do Rio de Janeiro. Fábio Motta/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - O Ministro da Defesa e da Cultura do governo Michel Temer, Raul Jungmann e Roberto Freire, respectivamente, entregaram os cargos após denúncias de que o presidente Temer deu aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Manifestantes reúnem-se no Centro do Rio para protestar contra Michel Temer. O ponto de concentração foi na Igreja da Candelária Luiz Souza/Foto Arena/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Os manifestantes que protestam contra o governo Temer no vão livre do MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) começam a se reunir e gritam palavras de ordem como: "Temer ladrão, eu quero eleição" Jéssica Nascimento/UOL Mais

18.mai.2017 - Protesto contra o Presidente Michel Temer no centro do Rio de Janeiro, na praça da Candelária Alessandro Buzas/ Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Manifestante da CUT-Rio (Central Única dos Trabalhadores do Rio de Janeiro) balança a bandeira que leva frase de protesto contra o governo do presidente Michel Temer, no centro do Rio de Janeiro Alexandre Brum/Agência O Dia/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Manifestantes começam a tomar a avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o atual presidente Michel Temer Nelson Antoine/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - O STF (Supremo Tribunal Federal) divulgou os áudios de gravações que envolvem o presidente Michel Temer em uma conversa com o sócio da JBS, Joesley Batista, sobre a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, preso em outubro em procedimento da Operação Lava-Jato Pedro Ladeira/Folhapress Mais

18.mai.2017 - Depois da voz de prisão e exame de corpo de delito, Andrea Neves, irmã de Aécio Neves, é fichada pela polícia em Belo Horizonte. Na entrada e na saída do IML (Instituto Médico Legal), pessoas que estavam na frente do local gritavam "bandida" e "Aécio Neves, sua hora vai chegar" Reprodução Mais

18.mai.2017 - Um grupo de manifestantes no Rio de Janeiro acendem velas e colocam a foto de Michel Temer em cima de um caixão de sepultamento, acompanhado da frase "Xô, satanás" Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Os protestos contra Michel Temer chegam em no centro da cidade de Recife (PE), onde os manifestantes também realizam manifestações pedindo a renúncia do presidente e eleições diretas Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Estadão Conteúdo Mais

18.mai.2017 - Manifestantes ocupam uma das vias da avenida Paulista em frente ao vão livre do Museu de Arte de São Paulo, sentido rua da Consolação, em São Paulo. Os mesmos também pedem a renúncia do presidente Michel Temer e a convocação de eleições diretas Cris Faga/Fox Press Photo/Estadão Conteúdo Mais

19.mai.2017 - O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), indicado pelo presidente Michel Temer (PMDB) para resolver questões referentes ao grupo JBS, segundo a delação de Joesley Batista, desembarca no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O parlamentar, que retornou de viagem a Nova York, não falou com os jornalistas na chegada ao Brasil. De acordo com o depoimento de Joesley, Loures recebeu uma mala com R$ 500 mil em propina Bruno Santos/Folhapress Mais

19.mai.2017 - Uma nova parte da delação premiada de executivos da JBS diz que a empresa pagou pelo menos R$ 60 milhões em propina para o senador Aécio Neves (PSDB - MG) em 2014. Segundo a delação, em troca do dinheiro, o tucano usaria o mandato para "beneficiar diretamente interesses do grupo" Luis Nova/Framephoto/Estadão Conteúdo Mais

19.mai.2017 - Em seu twitter, o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa criticou os responsáveis pela atual crise política, pediu mobilização nas ruas e indicou a renúncia de Temer como "única saída". "Não há outra saída: os brasileiros devem se mobilizar, ir para as ruas e reivindicar com força: a renúncia imediata de Michel Temer", escreveu Pedro Ladeira/Folhapress Mais

19.mai.2017 - Em entrevista, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), surpreendeu-se com as palavras de baixo calão utilizadas pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) na gravação da conversa com Joesley Batista, sócio da JBS, e disse que a linguagem do colega de partido foi "absolutamente lamentável. Quem usa esse tipo de linguagem não tem, minimamente, condições de proceder com equilíbrio suas funções". Na tentativa de amenizar a dura crítica feita ao outro tucano, Doria diz que Lula e Dilma "usavam esses tipos de palavrões costumeiramente, como se fizesse parte da educação das pessoas" Nacho Doce/Reuters Mais

Comente no Facebook