Os medalhistas olímpicos do Brasil na Rio-2016

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/olimpiadas/2016/08/16/medalhistas-olimpicos-brasileiros-na-rio-2016.htm
  • totalImagens: 18
  • fotoInicial: 2
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160816101329
    • Olimpíadas-2016 [20998];
Fotos

6.ago.2016 - A primeira medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro é de Felipe Wu. O atleta do tiro esportivo ficou em segundo lugar na categoria pistola de ar 10 m, fazendo 202.1 pontos na final disputada no Centro Olímpico de Tiro. Severino Silva/Agência O Dia/Estadão Conteúdo Mais

8.ago.2016 - Rafaela Silva é a nova campeã dos leves (57 kg) do judô, após bater a mongol Sumiya Dorjsuren, atual líder do ranking mundial. A carioca, nascida em uma favela e que começou a lutar em um projeto social, deu ao Brasil a primeira medalha de ouro do país nos Jogos Olímpicos do Rio. Markus Schreiber/AP Mais

11.ago.2016 - Mayra Aguiar precisou de quatro minutos para vencer a cubana Yalennis Castillo e ficar com o bronze na categoria até 78 kg do judô. Danilo Verpa/NOPP Mais

12.ago.2016 - No judô, Rafael Silva conquistou no Rio seu segundo bronze. O primeiro foi em Londres-2012. Baby, como é conhecido, venceu na categoria pesado (mais de 100 kg) o judoca Abdullo Tangriev, do Uzbequistão, vigésimo do ranking mundial. Danilo Verpa/NOPP Mais

14.ago.2016 - A ginástica brasileira teve um dia histórico no segundo domingo de Olimpíada. Na Arena Olímpica do Rio, Diego Hypolito, 30 anos, e Arthur Nory, 22, escreveram um capítulo especial para a modalidade no Brasil. Com ótimas apresentações na final individual do solo, Diego superou traumas das duas últimas edições dos Jogos Olímpicos para ficar com a prata, e Nory, atleta da nova geração, completou a festa com um bronze. REUTERS/Marko Djurica Mais

14.ago.2016 - Arthur Nory comemora a medalha de bronze no solo, em "dobradinha" com Diego Hypolito, que foi prata na mesma disputa. Os brasileiros só ficaram atrás do britânico Max Whitlock, medalhista de ouro. MIKE BLAKE/REUTERS Mais

15.ago.2016 - Arthur Zanetti ficou com a medalha de prata ao conquistar a segunda posição nas argolas. O ginasta brasileiro, que levou o ouro em Londres-2012, desta vez foi superado pelo grego Eleftherios Petrounias. O russo Denis Abliazin completou o pódio com um bronze. Marcio Fernandes/Nopp Mais

15.ago.2016 - Poliana Okimoto conquistou a medalha de bronze na maratona aquática da Rio-2016. Poliana chegou em quarto na disputa, mas, após uma revisão da prova, a francesa Aurelie Muller foi desclassificada, e o bronze ficou com a brasileira. Andre Mourao/O Dia/Nopp Mais

15.ago.2016 - O brasileiro Thiago Braz fez história e conquistou a medalha de ouro no salto com vara dos Jogos Olímpicos. Na final, o atleta de 22 anos superou o recordista mundial e campeão olímpico de Londres-2012, o francês Renaud Lavillenie. Thiago saltou 6,03 m em sua segunda tentativa, superando sua melhor marca da carreira, que era de 5,93, e quebrando o recorde olímpico que Lavillenie havia estabelecido minutos antes, de 5,98 m. O francês não conseguiu saltar 6,08 m em sua última chance e ficou com a prata. REUTERS/Sergio Moraes Mais

16.ago.2016 - Isaquias Queiroz fez história com a primeira medalha do Brasil na canoagem. A prata foi conquistada na categoria C1-1000 m, realizada na Lagoa Rodrigo de Freitas, numa disputa remada a remada com seu maior rival, o alemão Sebastian Brendel, que ficou com o ouro. Lucas Lima/UOL Mais

16.ago.2016 - Robson Conceição fez história nesta terça-feira. Empurrado pelos torcedores presentes no pavilhão seis do Riocentro, o baiano confirmou seu favoritismo com uma vitória incontestável para se consagrar como o primeiro pugilista medalhista de ouro do Brasil em Olimpíadas. O feito histórico veio após vencer a luta contra o francês Sofiane Oumiha por decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) na categoria dos pesos-leves (até 60 quilos). Danilo Verpa/Nopp Mais

17.ago.2016 - Aos 33 e 29 anos, respectivamente, Ágatha (esq.) e Bárbara (dir.) fizeram no Rio sua estreia em Olimpíadas e logo de cara levaram uma prata, melhor resultado do Brasil em 12 anos no vôlei de praia feminino. Elas fizeram o "impossível" ao eliminarem a tricampeã olímpica Kerri Walsh na semifinal do vôlei de praia. Na decisão, porém, não puderam repetir a façanha. Contra um vento muito forte e uma dupla alemã inspirada, as brasileiras ficaram aquém da atuação do dia anterior. Petr David Josek/AP Mais

18.ago.2016 - O baiano Isaquias Queiroz ganhou a sua segunda medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com a medalha de bronze, ele entrou em uma lista seleta de atletas brasileiros. Em um país em que as conquistas olímpicas não são tão comuns, ele é apenas o quinto homem a conseguir subir ao pódio mais de uma vez na mesma Olimpíada. Na foto, ele aparece com a mãe, que se assustou com a queda do filho na água na final da prova do C1-200m da canoagem. "Achei que ele tinha morrido", desabafou. Jeff Pachoud/AFP Mais

18.ago.2016 - Campeãs mundiais, eleitas as melhores velejadoras do planeta e favoritas na primeira Olimpíada que disputariam na vida, justamente em casa. Com um desempenho brilhante, Martine Grael e Kahena Kunze ignoraram qualquer tipo de pressão, venceram a regata decisiva da classe 49er FX e conseguiram o sonhado ouro olímpico, o quarto do Brasil na Rio-2016. Reuters Mais

19.ago.2016 - Alison e Bruno Schmidt deram fim a um jejum de 12 anos do Brasil no vôlei de praia. Na Arena de Copacabana, a dupla da casa contou com apoio maciço da torcida para vencer os italianos Nicolai e Lupo, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/16). A vitória faz com que o Brasil conquiste o torneio na praia pela primeira vez desde Ricardo e Emanuel, em Atenas-2004. De quebra, o país chega a cinco ouros na Rio-2016, igualando a edição de 12 anos atrás, em que a delegação brasileira conseguiu o maior número de medalhas de ouro na história. Murad Sezer/Reuters Mais

20.ago.2016 - Isaquias Queiroz não venceu uma prova sequer, mas mudou a história do Brasil em Olimpíadas. O canoísta de 22 anos tornou-se neste sábado (20) o primeiro representante nacional a acumular três pódios em uma edição: depois de uma prata no C1-1000m e de um bronze no C1-200m, obteve, competindo ao lado de Erlon Souza, 25, a prata da prova C2-1000m da Rio-2016. Os brasileiros lideraram pelos primeiros 750 metros, mas os alemães Sebastian Brendel e Jan Vandrey passaram no final e garantiram o ouro William West/AFP Mais

20.ago.2016 - Usain Bolt viu. Marta viu. Tite e os mais de 60 mil presentes ao Maracanã também viram. Pela primeira vez na história, a seleção brasileira de futebol é medalha de ouro na Olimpíada. Com a vitória nos pênaltis sobre a Alemanha após empate por 1 a 1 com a bola rolando, o título que faltava ao Brasil não falta mais. Reuters Mais

21.ago.2016 - De 12 em 12 anos. Parece ser essa a conta certeira para que o Brasil brilhe no vôlei masculino nos Jogos Olímpicos. Depois de conquistar o ouro inédito em Barcelona-1992, a seleção brasileira foi bicampeã em Atenas-2004 e, neste domingo, superou os dois últimos vice-campeonatos para subir no lugar mais alto do pódio pela terceira vez na Olimpíada Rio-2016. A vítima da vez foi a Itália, que acabou derrotada por 3 sets a 0, com parciais de 25-22, 28-26 e 26-24. Reuters Mais

Comente no Facebook