A Paraolimpíada está acabando, mas já valeu a pena por estes 15 momentos

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/olimpiadas/2016/09/17/a-paraolimpiada-esta-acabando-mas-ja-valeu-a-pena-por-estes-15-momentos.htm
  • totalImagens: 15
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160917060000
    • Rio-2016 [20998];
Fotos

A cerimônia de abertura foi tão impressionante que parece que foi ontem, mas já está chegando a hora de se despedir das Paraolimpíadas RICARDO MORAES/REUTERS Mais

Os exemplos de superação começaram logo na festa da abertura: a ex-atleta Marcia Malsar caiu com a tocha, mas se levantou e seguiu em frente Ueslei Marcelino/Reuters Mais

O Brasil conheceu a nova "queridinha" dos Jogos: distribuindo bom humor, Verônica Hipólito correu com um tumor no cérebro e superou um AVC para ganhar prata e bronze no atletismo Sergio Moraes/Reuters Mais

Daniel Dias, o "Michael Phelps brasileiro", fez o que se esperava dele Buda Mendes/Getty Images Mais

Choramos com Clodoaldo Silva quando ele acendeu a pira, e também quando ele subiu ao pódio: o "Tubarão" foi prata no revezamento 4x50m livre ao lado de Susana Schnarndorf, Joana Neves e Daniel Dias Washington Alves/CPB Mais

O ouro no salto em altura foi especialmente importante para o indiano Mariyappan Thangavelu, que vai poder pagar suas dívidas médicas e ajudar a sua mãe, que trabalha vendendo vegetais YASUYOSHI CHIBA/AFP/Getty Images Mais

Um dos momentos mais emocionates foi a comemoração do ouro brasileiro na bocha paraolímpica. Antonio Leme, o Tó, vibrou demais com o irmão Fernando, que é calheiro da dupla dele com Evelyn de Oliveira Yasuyoshi Chiba / AFP / Getty Images Mais

A Paraolimpíada fez chorar, mas também fez rir. Como não se identificar com o nadador esloveno Darko Duric? Reprodução Mais

O que este halterofilista ucraniano cheirou para ficar com essa cara? Calma: inalar amônia é uma técnica comum no esporte e serve para estimular o atleta antes de levantar o peso. Mas parece que o Sergii Khvalinskyi não curtiu muito... Reprodução Mais

Já estes membros da delegação da França se divertiram bastante. No intervalo das provas, aproveitaram para conhecer uma instituição carioca: o boteco Bruno Braz / UOL Esporte Mais

Quem também se divertiu bastante foi a mascote Tom, que participou até do futebol de 5 para cegos e não perdeu em nada para Vinícius, seu "primo" das Olimpíadas Yasuyoshi Chiba / AFP / Getty Images Mais

Feitos incríveis? Também tivemos. Ninguém entendeu como até o QUARTO colocado dos 1.500 m paraolímpicos venceria o ouro olímpico na prova A. Loureiro/Getty Images Mais

Por essas e outras, a Paraolimpíada do Rio chegou a quebrar o recorde de público das Olimpíadas Atsushi Tomura/Getty Images Mais

Merecido para um evento que contou com atletas como Alessandro Zanardi, que subiu no pódio no mesmo dia em que o acidente que mudou sua vida completou 15 anos Andrew Matthews/AP Mais

Exemplos como o de Zanardi podem inspirar Laís Souza a recomeçar no esporte. Ela já experimentou a bocha paraolímpica. Quem sabe em 2020? Reprodução/CPB Mais

Comente no Facebook