! Atirador que matou três em academia nos EUA anunciou ataque em blog - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Domingo, 19 de MAIO de 2019

Imprimir

05/08/2009 - 13h32

Atirador que matou três em academia nos EUA anunciou ataque em blog

O americano George Sodini, 48, que matou três mulheres ao abrir fogo em uma aula de dança em uma academia de ginástica no subúrbio de Pittsburgh, Estado americano da Pensilvânia, anunciou planos de cometer o crime em seu blog na internet. Sodini feriu ainda outras nove mulheres ao disparar 52 vezes em cerca de um minuto e depois de suicidou.

Veja mais casos de tiroteios nos Estados Unidos

Na página da internet, Sodini escreve sobre anos de rejeição das mulheres e cita um plano anterior para atacar a academia. Ele diz que "amarelou" e por isso não realizou o ataque.

Descrito como antissocial pelos vizinhos, Sodini deixou um bilhete em sua mochila. A polícia não revelou o conteúdo da nota e investiga as causas do crime. Testemunhas disseram, contudo, que o alvo do americano era uma ex-namorada.

No blog, Sodini descreve ainda a data de sua morte --4 de agosto de 2009, dia do tiroteio. Seu estado civil consta como "nunca casado" e o ''página acaba com a frase "Morte vive".

O domínio, registrado no nome de Sodini, mostra ainda um planejamento de nove meses de seus planos para o tiroteio, explica sua decisão de adiar e os novos planejamentos para o massacre desta terça-feira.

As autoridades não confirmaram que o site pertence a Sodini, mas a natureza detalhista e elaborada dos comentários sugerem que é autêntico.

"O maior problema não é não ter relacionamentos ou amigos, mas não conseguir conquistar o que eu desejo nestas e outras muitas áreas", disse, em comentário postado no domingo passado (2º). "Tudo permanece igual, não importa o que eu faça. Se eu tivesse controle da minha vida, então seria feliz. Mas nos últimos 30 anos, eu não tive", completou.

Segundo o blog, o atirador planejava o ataque desde novembro e tentou realizá-lo na mesma aula de dança no último dia 6 de janeiro.

"São 20:45: Eu amarelei", escreveu. "Eu trouxe estas armas carregadas, tudo. Inferno."

Ataque

Segundo a polícia, Sodini era aluno da academia LA Fitness, em Collier Township. Uma aluna da aula de dança Stacey Falk, 26, afirmou a uma TV americana que ele entrou na sala com roupa de ginástica e apagou as luzes. No começo, afirmou, ninguém sabia o que estava acontecendo.

"Todas nós estávamos apenas desviando dos tiros e tentando nos proteger uma atrás das outras", contou.

As vítimas foram identificadas como Heidi Overmier, 46; Elizabeth Gannon, 49; and Jody Billingsley, 38.

O superintendente da polícia, Charles Moffatt disse que a polícia não sabe quem era o alvo dos tiros, mas testemunhas afirmaram momentos após o crime que poderia ser uma ex-namorada. O superintendente ressaltou, contudo, que o homem pretendia fazer muitas vítimas --já que entrou com várias armas e atirou "indiscriminadamente".

"Ele entrou na sala onde os tiros ocorreram como se soubesse exatamente o que estava fazendo", disse Moffatt.

Moffatt disse ainda que a polícia recuperou duas armas da cena e que um bilhete foi encontrado na mochila do atirador. Ele não quis revelar, contudo, o conteúdo. "Eu não acho que alguém poderia ter parado ele", disse Moffatt.

Outras cinco vítimas chegaram, gravemente feridas ao hospital UPMC, três das quais apresentaram melhoras nesta quarta-feira. Outras duas mulheres estão em condições estáveis no St. Clair Hospital, disse o porta-voz Rich Sieber.

Segundo Moffatt, duas vítimas ainda estão em estado crítico, duas passaram por cirurgia e duas já foram tratadas e receberam alta.

A violência chocou o Condado de Collier, uma comunidade de cerca de 5.300 moradores a 13 km sudoeste do centro de Pittsburgh.

Com Efe e Reuters

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: