! Brasil cai 9 posições e atinge 82º lugar no ranking de desigualdade entre homens e mulheres; Islândia é o menos desigual - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Segunda-feira, 16 de JULHO de 2018

Imprimir

27/10/2009 - 11h38

Brasil cai 9 posições e atinge 82º lugar no ranking de desigualdade entre homens e mulheres; Islândia é o menos desigual

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 12h34

O Brasil caiu nove posições e atingiu o 82º lugar no ranking de desigualdade entre homens e mulheres no mundo, segundo relatório do Índice Global de Desigualdade de Gêneros 2009, do Bando Mundial, divulgado nesta terça-feira (27).

A pesquisa foi realizada em 134 países. A Islândia é a nação com menor desigualdade entre homens e mulheres no mundo.

O índice de igualdade de gênero elaborado pelo Banco Mundial considera critérios de participação econômica, oportunidades profissionais, participação política, acesso à educação e saúde e mortalidade. Em 2009, a Islândia avançou no combate às desigualdades de gênero devido a pequenas melhorias na participação econômica e educação das mulheres, além de um crescimento na porcentagem de mulheres no parlamento, que subiu de 33% para 43% das cadeiras.

No caso do Brasil, apesar de estar entre os locais com atendimento à saúde menos discriminatório, os pesquisadores responsáveis pelo estudo viram um aumento na lacuna entre a renda de homens e mulheres que trabalham em posições semelhantes e na renda estimada mensal.

As diferenças de renda ocorrem mesmo com um maior índice de mulheres do que de homens alfabetizadas, com qualificação técnica e profissional, e inscritas em escolas de ensino médio e superior.

O Brasil também perde muitos pontos por nunca ter tido uma chefe de Estado mulher e por ter poucas mulheres no Congresso e à frente de ministérios.

Entre os cinco países com menor desigualdade de gênero também estão Finlândia, Noruega e Nova Zelândia. A África do Sul aparece em sexto lugar no ranking global, sendo o segundo país do hemisfério sul com mais igualdade de oportunidades entre homens e mulheres - perde apenas para a Nova Zelândia.

Os cinco piores países para mulheres, na comparação com as oportunidades dadas aos homens, são Iêmen, Chade. Paquistão, Benin e Arábia Saudita, respectivamente.

O Iêmen é o pior país do mundo em oportunidades econômicas para as mulheres. No quesito participação política, o pior país é a Arábia Saudita - que não tem nenhuma mulher no parlamento ou em posições ministeriais.

A igualdade de gêneros no mundo

Posição no ranking 2009PaísÍndicePosição em 2008*Posição em 2007
1Islândia0.827644
2Finlândia0.825223
3Noruega0.822712
4Suécia0.813931
5Nova Zelândia0.788055
6África do Sul0.77092220
7Dinamarca0.762878
8Irlanda0.759789
9Filipinas0.757966
10Lesoto0.74951626
31Estados Unidos0.71732731
82Brasil0.66957374
125Qatar0.5907119109
126Egito0.5862124120
127Mali0.5860109112
128Irã0.5839116118
129Turquia0.5828123121
130Arábia Saudita0.5651128124
131Benin0.5643126123
132Paquistão0.5458127126
133Chade0.5417129127
134Iêmen0.4609130128
  • *Quatro países entraram no ranking em 2009: Bahamas, Guiana, Senegal e Fiji
  • Fonte: Fórum Econômico Mundial

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: