Pastor pede R$ 21 milhões aos fiéis para pagar dívida de TV

do BOL, em São Paulo

  • Mastrangelo Reino/Folha Imagem

    Segundo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, a igreja também enfrenta atrasos no aluguéis de vários templos, além de inadimplência no pagamento de outros horários locados em rádios e TVs Brasil afora

    Segundo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, a igreja também enfrenta atrasos no aluguéis de vários templos, além de inadimplência no pagamento de outros horários locados em rádios e TVs Brasil afora

O apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, iniciou uma campanha para arrecadar ao menos 21 milhões para pagar dívidas da igreja, principalmente as referentes ao aluguel de horário do canal 21, do Grupo Bandeirantes. Nesta semana, com voz chorosa, desesperançoso e cabisbaixo, o religioso fez apelo aos fiéis para que ajudem a cumprir com o pagamento da emissora, que foi arrendada 24 horas por dia pela igreja.

Segundo Valdemiro, a igreja também enfrenta atrasos no aluguéis de vários templos, além de inadimplência no pagamento de outros horários locados em rádios e TVs Brasil afora.

De acordo com especialista em igrejas que não quis se identificar, ouvido pelo site F5, dois fatores que ameaçam a existência da linha evangélica prejudicaram a Igreja Mundial. O primeiro fator seria a tentativa que os templos religiosos têm em crescer rápido demais e sem controle algum sobre a contabilidade. Em disputa com a Igreja Universal, a instituição de Valdemiro confiou na generosidade dos fiéis – a maioria de classes C e D -, que já estão com outras dívidas e não conseguem colaborar com mais frequência.

Além disso, mais uma vez a guerra com a Universal prejudicou a Igreja Mundial. No ano passado, a Record, emissora de Edir Macedo, exibiu reportagens que acabaram com a saúde contábil da Mundial, que acabou investigada pelo Ministério Público e, principalmente, pela Receita Federal. Como consequência, a Igreja teve que vender propriedades e até de desfazer de templos. Desde então, a Igreja Mundial entrou em uma crise financeira que, pelo apelo de Valdemiro, está cada vez mais forte.

(Com informações do site F5)

Últimas notícias Ver mais notícias