Tatuador que escreveu 'ladrão' na testa de adolescente é detido em São Bernardo

Anita Efraim, Especial para O Estado
São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Adolescente tem testa tatuada após ser acusado de roubo em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo

    Adolescente tem testa tatuada após ser acusado de roubo em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo

Os responsáveis por tatuar 'Eu sou ladrão e vacilão' na testa de um adolescente, Ronildo Moreira de Araujo e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, foram detidos na madrugada deste sábado (10), em São Bernardo do Campo. O tatuador, Maycon Wesley, e seu amigo, que filmou o momento, foram presos por tortura pela Polícia Civil da cidade, que confirmou a informação.

O jovem, acusado pela dupla de roubar uma bicicleta de um homem sem perna, teve sua testa tatuada na manhã da sexta-feira (9) e o momento foi registrado e postado nas redes sociais. O menino estava desaparecido e, quando o caso viralizou, a família o reconheceu e levou as gravações até a polícia.

As autoridades foram ao local do crime e a dupla assumiu que teria feito a tatuagem como forma de 'punição'. O jovem não foi encontrado, mas Maycon e Ronildo afirmam tê-lo libertado.

Vídeo
No primeiro vídeo Maycon Wesley obriga o menino a 'pedir' uma tatuagem com a palavra 'ladrão'. O comparsa, que filmava o momento, grita que 'vai doer'. No outro registro, a dupla faz o menino contar que tentou roubar a bicicleta de um 'homem que trabalha no farol' e que não tem perna. Aos risos, os homens fazem o menino mostrar sua tatuagem e perguntam se ele gostou.

Os dois estão presos no 3º Distrito Policial de São Bernardo.

Últimas notícias Ver mais notícias