Mulher é atacada com ácido pela ex-namorada do filho e vai para a UTI em Salvador

Demétrio Vecchioli
Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Google Maps

    Albina foi queimada pelo ácido na frente de sua loja de informática (de parede verde)

    Albina foi queimada pelo ácido na frente de sua loja de informática (de parede verde)

Uma comerciante de 51 anos está internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (BA), depois de ter seu corpo parcialmente queimado por ácido. A autora do crime seria a ex-namorada do filho da comerciante Albina Pereira da Silva, de 51 anos.

O ataque aconteceu na manhã de sábado, na loja de informática de Albina, no bairro Nova Brasília de Valéria, zona norte da capital baiana. De acordo com o relato de uma lojista vizinha, a agressora, Ísis Janaína de Jesus, de 22 anos, teria primeiro ligado para a ex-sogra para avisar que iria atacá-la. Ela estaria insatisfeita com o término do relacionamento com o filho de Albina.

A própria agressora também ficou ferida após o ataque mas, mesmo assim, conseguiu fugir. Ainda de acordo com essa vizinha, Maria da Conceição Ramos, Ísis bateu em pelo menos dois carros ao deixar o local dirigindo em alta velocidade.

Os lojistas vizinhos prestaram o primeiro atendimento a Albina, que foi levada inicialmente ao Hospital do Subúrbio, de onde ela foi encaminhada para o HGE. O caso foi registrado no posto da Polícia Civil do HGE e já está sendo investigado pela 6ª Delegacia de Polícia de Salvador, do bairro de Brotas.

De acordo com a polícia civil, Ísis também deu entrada no HGE, mas a reportagem não conseguiu confirmar o estado de saúde dela. Já a idosa, com boa parte do corpo queimada, está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, ainda em estado grave.

Últimas notícias Ver mais notícias