Advogado negro é barrado em bar de Curitiba para "não ser confundido com segurança"

do BOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook/julianotrevis

    Visual de Trevisan o faria ser "confundido com seguranças", segundo os funcionários

    Visual de Trevisan o faria ser "confundido com seguranças", segundo os funcionários

Em publicação no Facebook, o advogado e youtuber Juliano Trevisan denunciou que foi impedido de entrar em uma casa noturna de Curitiba (PR), por vestir trajes sociais, o que, segundo um funcionário do local, o faria "ser confundido com um segurança lá dentro".

O caso aconteceu na noite de quinta-feira (13) no James Bar. Trevisan tinha saído de um evento para advogados e seguiu com seus amigos ao local. Ainda na fila para entrar, o rapaz de 27 anos foi abordado por um funcionário, que o informou que não poderia entrar com "a roupa que estava usando".

Questionado por Trevisan, o funcionário do estabelecimento justificou: "Roupa preta gravata e tal, você vai ser confundido com segurança lá dentro, assim não pode entrar", no que um segurança do local concordou.

Juliano se retirou sem discutir com os funcionários e publicou o desabafo no Facebook, onde teve mais de sete mil interações e mil compartilhamentos.

.

Em sua página no Facebook, a casa noturna pediu desculpas públicas a Trevisan, se retratando pelo ocorrido e anunciando a demissão dos funcionários envolvidos no caso.

(Com informações da Folha de S.Paulo)

Quer receber notícias do Brasil de graça por mensagem no seu Facebook? Clique AQUI e digite Brasil após acessar o Messenger. É muito simples!

Últimas notícias Ver mais notícias