Comandante de UPP e outros três PMs são presos no Rio por desvio de armas e drogas

Do UOL, no Rio

  • Luiz Roberto Lima/Futura Press

    Registro da inauguração da UPP do Caju, em 2013

    Registro da inauguração da UPP do Caju, em 2013

A Corregedoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (12) o comandante de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) e outros três PMs em uma investigação sobre desvio de armas, munições e outros materiais.

A devassa ocorreu na UPP do Caju, na zona norte da cidade, que era comandada pelo major Alexandre Frugoni. O oficial recebeu voz de prisão por porte ilegal de arma de fogo depois que os agentes da Corregedoria, com apoio da Coordenadoria de Inteligência e do Ministério Público Militar, encontraram armamento de uso restrito em seu gabinete.

Os outros três foram detidos por posse de drogas e favorecimento, de acordo com a CPP (Coordenadoria de Polícia Pacificadora).

No curso da investigação, a Justiça expediu 23 ordens de prisão contra policiais da UPP do Caju. A corporação não informou se os quatro detidos nesta quinta estavam ou não na lista dos mandados.

A Corregedoria apreendeu durante a ação mais de 1.500 munições de diversos calibres, além de pistolas, drogas e granadas.

Últimas notícias Ver mais notícias