Idoso é resgatado com fratura após 4 dias preso em fosso de elevador em Goiás

Wanderley Preite Sobrinho
Colaboração para o UOL

  • Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás

    Homem foi resgatado quatro dias após cair em fosso de elevador de prédio em obras

    Homem foi resgatado quatro dias após cair em fosso de elevador de prédio em obras

Um vigia de 62 anos foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros depois de quatro dias preso em um fosso de elevador de um prédio inacabado na cidade de Rio Quente, sul de Goiás. Além de ficar sem comer ou beber, o idoso precisou suportar as dores de uma fratura exposta no tornozelo esquerdo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, o resgate aconteceu por volta das 17h30 de quarta-feira (11). Ao UOL, a corporação informou que os bombeiros foram acionados depois que vizinhos notaram a ausência do vigia, que também mora no prédio.

Eles o encontraram no fosso depois de decidirem procurá-lo pelas dependências da obra.

Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás
Idoso caiu de altura de aproximadamente sete metros quando andava pela construção

O idoso caiu de uma altura de aproximadamente sete metros quando andava pela construção no último sábado (7). Ainda segundo a corporação, o homem não tinha forças para pedir socorro em razão de uma fratura exposta na perna.

"A equipe resgatou a vítima com vida, debilitada e com uma fratura exposta no tornozelo", informou o plantão.

O tenente Hely Márcio de Macedo Fagundes suspeita que o idoso também tenha sofrido uma fratura na bacia. Após o primeiro atendimento, o homem foi conduzido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Caldas Novas e depois transferido para um hospital em Goiânia. Questionada, a UPA não informou para qual unidade de saúde a vítima foi removida.

Últimas notícias Ver mais notícias