Policiais agridem mulheres após família cobrar atendimento em hospital de MG; veja

Wanderley Preite Sobrinho
Colaboração para o UOL

  • Reprodução

Um grupo de policiais militares foi filmado agredindo duas mulheres no Pronto Socorro Municipal de Salinas, norte de Minas Gerais. O vídeo, que viralizou nas redes sociais, mostra a ação dos agentes. Durante a confusão, policiais dão chutes, socos e tapas e arrastam uma das vítimas pelos cabelos até o momento em que elas são algemadas.

A agressão aconteceu no fim da tarde de domingo (12). Ao UOL, a assessoria da PM de Minas Gerais informa que os policiais que se envolveram na confusão foram chamados à unidade de saúde para conter uma família. Depois de se envolver em uma briga, segundo a nota, o grupo exigia atendimento prioritário no hospital.

"A guarnição policial deparou-se com dois indivíduos, de 25 e 19 anos, muito exaltados, proferindo xingamentos aos funcionários do hospital", diz o comunicado. "Os militares tentaram acalmar os ânimos dos envolvidos, mas foram desacatados."

O agentes decidiram dar voz de prisão à dupla, que teria resistido com agressões. "Quando tentavam algemar os infratores, duas mulheres, de 35 e 23 anos, tentaram impedir a ação dos policiais, tendo, inclusive (…), avançado sobre o armamento dos militares, momento em que também foram detidas."

Dois oficiais saíram com escoriações em razão dos "chutes por parte dos autores", que também sofreram lesões leves. "Os envolvidos foram conduzidos à delegacia."

Sobre a agressão dos policiais, a PM diz que, "com base nas imagens, o Comandante da Unidade, Major PM Giovane Rodrigues de Oliveira, determinou a abertura de um Inquérito Policial Militar em caráter de urgência, já procedendo à oitiva [interrogatório] dos envolvidos e dos policiais militares."

Veja o vídeo - contém imagens fortes:

Últimas notícias Ver mais notícias