Estudante morre baleada na cabeça durante roubo de celular no Rio

Marcela Lemos e Renan Prates
Colaboração para o UOL, no Rio e em São Paulo

  • Reprodução/Arquivo Pessoal

Uma adolescente de 17 anos foi morta na noite desta terça-feira (15) durante assalto na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. Segundo informações repassadas à Delegacia de Homicídios, Soraia Macedo foi baleada na cabeça após entregar aos bandidos um telefone modelo iPhone.

Os assaltantes teriam recusado o aparelho, supostamente pela dificuldade de desbloqueio, e então pediram o celular da namorada da vítima, de modelo Samsung. Nicole da Silva, 21, nega ter reagido ao assalto e, mesmo assim, um dos criminosos atirou contra Soraia.

Leia também:

O crime ocorreu na rua Estocolmo, no bairro Guarabu, na Ilha do Governador.

Entre março de 2017 e março de 2018, foram registrados 210 casos de roubo de telefone na região. Apenas em março, dado mais recente divulgado pelo ISP (Instituto de Segurança Pública), foram 15 ocorrências.

De acordo com a Polícia Militar, as duas adolescentes foram rendidas por dois bandidos em uma moto.

"A namorada dela disse que viu que eles estavam passando, viram que ela estava com celular, fizeram um retorno, encostaram perto delas, botaram arma na cabeça delas e falaram que era um assalto. Viram que a Soraia estava com fone de ouvido. Puxaram esse fone de ouvido dela, viram que era iPhone e jogaram pra cima dela", relatou Carolina Sousa, prima da vítima.

Soraia chegou a ser levada para o hospital Evandro Freire.

Procurada, a Polícia Civil disse que a Delegacia de Homicídios vai investigar o caso. Uma perícia já foi realizada no local. Os agentes procuram por testemunhas e por imagens de câmeras de segurança instaladas na região para tentar identificar os autores do crime.

A prima disse que Soraia em nenhum momento reagiu ou se recusou a desbloquear o celular. "A Soraia reagiu super bem, até porque é a segunda vez que ela foi assaltada no mesmo local."

Nas redes sociais, a mãe da menina, Cristiane Barbosa, fez uma homenagem à filha. "Parece que é mentira que vou acordar e não te ver mais, a ficha ainda não caiu."

Últimas notícias Ver mais notícias