Após novo ataque, MG chega a 70 ônibus incendiados em 40 cidades

Carlos Eduardo Cherem
Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

  • CRISTIANE MATTOS/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO

    7.jun.2018 - Carcaças de ônibus incendiados na garagem da empresa Autotrans, em MG

    7.jun.2018 - Carcaças de ônibus incendiados na garagem da empresa Autotrans, em MG

Criminosos incendiaram mais um ônibus na noite desta quarta-feira (13) em Betim (MG), região metropolitana de Belo Horizonte. Desde o domingo (3), quando os ataques tiveram início em Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, ocorreram 113 ataques em Minas Gerais. Desse total, foram 70 ônibus incendiados em 40 municípios.

As investigações apontam para uma ação da facção paulista PCC (Primeiro Comando da Capital), com ramificações em Minas Gerais. Em todo o ano de 2017, foram 54 ônibus incendiados no estado.

De acordo com o governador Fernando Pimentel (PT), o motivo dos ataques é a insatisfação de presos com o rigor adotado pelo Estado no sistema prisional e no cumprimento das leis de execução penal.

Betim é o sexto município da região metropolitana da capital mineira na lista dos ataques. Segundo a Polícia Militar, criminosos incendiaram um coletivo da linha 415 (Granja de Freitas/Centro) na Via Expressa.

O motorista contou à polícia que foi rendido por cinco homens armados e encapuzados no ponto final da linha, depois da última viagem do dia, por volta de 23h.

Ele disse que foi obrigado a seguir com o veículo até a Via Expressa, no bairro Capelinha, e descer do ônibus. Usando combustível, os criminosos, colocaram fogo no coletivo.

A PM ainda informou que uma árvore foi queimada no local. Um ponto de ônibus também foi atingido pelas chamas e danificado parcialmente.

Últimas notícias Ver mais notícias