Homem que ofende nordestinos em vídeo não é filho de Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

É falsa a informação de que o homem que ofende moradores do Nordeste em um vídeo seja filho do candidato Jair Bolsonaro (PSL). A gravação viralizou nas redes sociais.

No vídeo, aparentemente feito com um celular, um homem usa palavrões e outros termos ofensivos para criticar os eleitores que deram vitória ao candidato Fernando Haddad (PT) em estados nordestinos no primeiro turno da eleição presidencial - Ciro Gomes (PDT) ganhou no Ceará, e o petista venceu nos outros oitos estados da região, além do Pará, que pertence à região Norte.

"Por que que nós não separamos dessa corja de vagabundo que quer viver de Bolsa Família, 'bolsa presidiário', 'bolsa drogado' (sic)? Por que que nós estamos juntos com esses porcos que não produzem nada, velho?", declara o homem em um trecho.

Jair Bolsonaro tem cinco filhos, sendo uma mulher. O projeto Comprova comparou as imagens deles com a do homem que aparece no vídeo. Nenhum deles se parece com o autor, que não se apresenta no vídeo como parente do presidenciável e não foi identificado.

O vídeo viralizou, sobretudo, no WhatsApp, mas também foi compartilhado no YouTube e no Facebook.

O material enganoso foi verificado pelo "Boatos" e pelo "Fato ou Fake", do portal "G1".

Agora foi analisado pela rádio "BandNews FM", além do UOL, do "Poder360" e de "O Povo", todos integrantes do projeto Comprova.

O Comprova é um projeto integrado por 24 empresas brasileiras de mídia que investiga e explica rumores, conteúdo forjado e táticas de manipulação associadas às eleições presidenciais do Brasil. Envie sua pergunta ou denúncia de boato falso pelo WhatsApp 11 97795 0022.

Últimas notícias Ver mais notícias