Deslizamento de terra deixa 40 mortos na Uganda

Campala, 11 out (EFE).- Pelo menos 40 pessoas morreram, e teme-se que o número chegue a cem, depois que na quinta-feira um deslizamento de terra arrasou o distrito de Bududa, no leste de Uganda, por causa das fortes chuvas no país.

"Um rio encheu em Bududa depois de uma forte chuva e causou um deslizamento de terra na montanha. Grandes rochas rolaram por uma aldeia no condado de Bukalasi, matando várias pessoas", informou ontem à noite o responsável do Departamento de Gestão de Desastres nacionais, Martin Owor.

Segundo investigações preliminares, a forte correnteza do rio Tsuume, que saiu de seu leito arrastando todo tipo de objetos, teria destruído dois shoppings e duas escolas próximas às encostas do monte Elgon.

Algumas áreas continuam inacessíveis para as equipes de resgate, por isso que se acredita que o número de alunos e professores mortos neste incidente poderia ser muito maior.

"Esperamos encontrar mais vítimas à medida que as equipes de resgate possam ter acesso a todas as áreas afetadas próximas à encosta do monte Eldgon", disse a porta-voz da Cruz Vermelha ugandense, Irene Nakasiita.

Os sobreviventes descreveram "tremores e rochas voadoras" durante o deslizamento de lama e terra, e lamentaram a perda de cultivos que incluem banana, feijão, mandioca e café.

Últimas notícias Ver mais notícias