Eduardo Bolsonaro defende embaixada em Jerusalém em janeiro

BRASÍLIA, 6 DEZ (ANSA) - O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, defendeu em entrevista ao jornal "Valor Econômico", publicada nesta quinta-feira (6), que a mudança da embaixada do país em Israel mude de Tel Aviv para Jerusalém em janeiro de 2019.   


Perguntado sobre a mudança de cidade da representação diplomática, o deputado disse que ela "sai, o négócio é quando".   


"Eu sou entusiasta para que seja no primeiro mês do governo", disse o parlamentar, que foi reeleito pelo estado de São Paulo com a maior votação do país (1,8 milhão de votos).   


O filho do presidente eleito manifestou apoio à aproximação com os Estados Unidos e mencionou a reunião da última semana com o conselheiro de Segurança da Casa Branca, John Bolton. "Acredito que o senhor Bolton saiu muito satisfeito da reunião e, do lado de cá, a recíproca é verdadeira", declarou.   


"Estamos vivendo um momento histórico, que tem tudo para dar certo [a relação com os Estados Unidos]", disse Eduardo Bolsonaro, que é um dos principais conselheiros do pai para assuntos de política externa. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Últimas notícias Ver mais notícias