ONU pede revisão de MPs que podem acarretar redução de florestas no Brasil

Da ONU News

  • Wikimedia

    ONU acredita que as propostas no Congresso vão aumentar o desmatamento na Amazônia

    ONU acredita que as propostas no Congresso vão aumentar o desmatamento na Amazônia

O diretor-executivo da ONU Meio Ambiente, Pnuma, Erik Solheim, recomendou ao presidente do Brasil, Michel Temer, que altere ou vete o texto de duas Medidas Provisórias ratificadas em maio pelo Senado brasileiro.

No encontro que manteve com o líder brasileiro, na última segunda-feira (12), Solheim disse que a ONU acredita que as propostas no Congresso vão aumentar o desmatamento na Amazônia.

Decisão

O chefe da agência da ONU afirmou que essa é uma decisão única brasileira, mas é uma sugestão das Nações Unidas ao Brasil.

Solheim declarou que a recomendação acontece depois de anos de um enorme sucesso e progresso no país. O índice de desmatamento no Brasil caiu 80% nos últimos 10 ou 15 anos.

Ele disse que nenhuma outra nação conseguiu alcançar nada parecido durante este mesmo período.

Desafios

Apesar desse avanço, Solheim afirmou que houve um aumento na devastação florestal desde 2014 e por isso, o pedido foi feito ao presidente brasileiro.

Segundo o chefe da ONU Meio Ambiente, Temer disse que conseguiu reduzir a inflação no país de forma significativa e que quer fazer o mesmo com a taxa de desmatamento.

Além do desmatamento florestal, Solheim disse que entre os maiores desafios do Brasil para atingir as metas do Acordo de Paris estão a redução da poluição nas cidades e uma mudança nas práticas agrícolas.

Últimas notícias Ver mais notícias