Sai nas fezes? Vira músculo? Para onde vai a gordura do corpo quando emagrecemos

Do BOL, em São Paulo

  • iStock

    Até especialistas não sabem direito o que acontece com a gordura do nosso corpo

    Até especialistas não sabem direito o que acontece com a gordura do nosso corpo

Você já deve ter ouvido falar que para emagrecer devemos queimar mais calorias do que consumimos, certo? Uma dieta balanceada aliada à prática de exercícios físicos garante esse processo. Dessa forma, aquelas gordurinhas do corpo vão desaparecendo gradualmente. Mas para onde vai a gordura?

Essa pergunta foi feita em uma pesquisa de 2014 com 150 profissionais da área da saúde, entre médicos, nutricionistas e personal trainers, e publicada no British Medical Journal (BMJ). E as respostas foram, em sua maioria, erradas. 

Houve quem dissesse que a gordura era expelida junto com as fezes. Outros acreditavam que a gordura virava "músculo", e muita gente respondeu que o corpo "queimava" a gordura, convertendo-a em energia (resposta que também está parcialmente incorreta).

Veja também:

Diante desses mitos que ainda rondam o "mundo fitness", o jornal italiano Corriere della Sera resolveu retomar o tema e convidou um especialista para apresentar a resposta correta: a gordura é convertida em dióxido de carbono e água.

Stefano Erzegovesi, nutricionista e chefe do Centro de Transtornos Alimentares do Hospital San Rafaelle, de MIlão, explica que essas duas substâncias entram na corrente sanguínea até que sejam expelidas do corpo na forma de urina e suor. 

10 libras de gordura são convertidos em, mais ou menos, 8,4 libras de dióxido de carbono (que é expelido do nosso corpo quando respiramos) e 1,6 libras de água (eliminadas na urina e suor). Convertendo as medidas para quilogramas, são 4,53 kg de gordura convertidos em 3,81 kg de dióxido de carbono e 0,72 g em água.

Pulmões pra que te quero!

Quer dizer que quase toda a comida que comemos é eliminada com a respiração? Sim. Então se eu respirar mais e mais rápido irei emagrecer mais depressa? Infelizmente, não!

"A produção de dióxido de carbono e água não pode ser forçada com comportamento. Isso é ineficaz. Se tentarmos respirar mais com o objetivo de perder peso, a única coisa que conseguiríamos é entrar em hiperventilação, levando a dores de cabeça e no peito", adverte Stefano.

O doutor explica que a forma saudável de aumentar a expulsão de dióxido de carbono é mantendo níveis mais altos de atividade física e se movimentando mais.

(Com informações do Corriere della Sera)

Quer receber notícias de graça por mensagem no seu Facebook? Clique AQUI e digite Notícias após acessar o Messenger. É muito simples! 

Últimas notícias Ver mais notícias