"É bom deixar a cabeça do Tite maluca", diz Neymar sobre convocação da Copa

Caio Carrieri e Pedro Ivo Almeida
Do UOL, em Londres (Inglaterra)

  • Clive Rose/Getty Images

    Neymar e Kyle Walker disputam jogada no amistoso entre Inglaterra e Brasil

    Neymar e Kyle Walker disputam jogada no amistoso entre Inglaterra e Brasil

Com os jogos de 2017 finalizados após o empate por 0 a 0 com a Inglaterra nesta terça-feira (14), a seleção brasileira só tem mais dois testes marcados antes da convocação para a Copa do Mundo de 2018, contra Alemanha e Rússia.

Para Neymar, o importante durante este período, até os jogos de março do ano que vem, é deixar a cabeça de Tite "maluca".

Segundo o jogador, o último recado do comandante para seus jogadores foi o pedido de que todos se esforcem ao máximo em seus respectivos clubes, porque estão sendo observados.

"O recado dele nem foi só aqui. Ele falou para que a gente jogasse muito nas nossas equipes. Eu sei que a cabeça dele está um trevo para escolher os jogadores a cada convocação e também para a Copa do Mundo. Temos que deixar a cabeça do Tite maluca mesmo. Todos têm que se doar o máximo possível para poder representar a nossa nação", disse Neymar na zona mista de Wembley, em Londres.

"O nosso ano foi muito positivo, porque foi uma felicidade conseguir a classificação para a Copa com antecedência. Fico muito feliz, porque a gente cresceu de uma maneira extraordinária. Surpreendemos a todos. A gente precisa melhorar, claro, mas foi um jogo bom", completou.

Neymar e seus companheiros pararam em um ferrolho da Inglaterra que fez Tite falar que o amistoso foi um aprendizado para ele. Esse foi o primeiro teste contra um europeu feito pelo time do atual treinador.
 

Últimas notícias Ver mais notícias