Jornais lamentam Itália fora da Copa com desabafos: "fora todos"

Do UOL, em São Paulo

A ausência da Itália da Copa do Mundo depois de 60 anos foi destaque nos principais jornais italianos, e como não poderia deixar de ser o tom foi de lamentação. Mas também não faltaram críticas à seleção, que ficou no 0 a 0 com a Suécia na última segunda-feira e não conseguiu passar pela repescagem das Eliminatórias da Europa.

"Fora todos", estampou em sua página principal o "Corriere dello Sport", em uma frase que pode ser entendida além da constatação de que o país está fora do Mundial.

A publicação ainda diz que a Itália está em lágrimas e destaca a situação do técnico Ventura, que não foi demitido após o fracasso, mas dificilmente ficará no cargo. Ele foi o mais criticado pelo fiasco italiano nas Eliminatórias.

Reprodução/Il Tiempo
O jornal "Il Tiempo", por sua vez, foi mais enfático nas críticas. O jornal estampou em sua página principal uma pá com a frase "Ao trabalho". Ao lado, fotos de alguns dos jogadores da seleção italiana, em uma clara referência de que uma cova estava sendo preparada.

A publicação ainda classificou como "vergonha" a eliminação da Itália, que perder por 1 a 0 na Suécia e não conseguiu reverter o placar em casa. 

"Crônica de uma morte anunciada", completou a publicação, que tem um apelo mais popular dentro da Itália.  

O jornal "Gazzetta dello Sport", por sua vez, adotou um tom mais sóbrio, destacando a palavra fim e a informação de que o país está fora da Copa após 60 anos.

Se sobraram críticas ao time, por outro lado a dor e as reverências ao goleiro Buffon também merecem destaques. Campeão mundial de 2006, O goleiro anunciou a aposentadoria da seleção após o fiasco do time e teve a foto estampada pela "Gazzetta dello Sport".

"A lágrima do goleiro Buffon: bruta despedida", disse o jornal, que ainda em sua principal página colocou um trecho de um editorial com um título "todos em casa".

Outros jornais importantes da Itália, como o "Il Messaggero" e o "L'Arena", também carregaram nas palavras. "Desastre" e "Vergonha Nacional" foram algumas das expressões colocadas em destaque na primeira página.   

 

Últimas notícias Ver mais notícias