Kraft anuncia fusão com a Heinz, controlada por grupo brasileiro

Nova York, 25 mar (EFE).- A H.J Heinz, propriedade do grupo brasileiro 3G Capital, e a Kraft Foods, anunciaram nesta quarta-feira um acordo de fusão para criar a quinta maior companhia de alimentação e bebidas do mundo.

A nova empresa, que passará a se chamar Kraft Heinz Company, terá receita anual de US$ 28 bilhões, com sede central entre as cidades de Pittsburgh, na Pensilvânia, e Chicago, em Illinois, detalharam as companhias em comunicado.

Segundo os termos do acordo, já aprovado pelos conselhos de administração de ambos os grupos, a Heinz controlará 51% das ações da nova empresa, enquanto a Kraft ficará com os 49% restantes.

Os atuais acionistas da Kraft receberão um dividendo especial de US$ 16,50 por ação. Para financiar a operação, o 3G Capital e a Berkshire Hathaway, propriedade do investidor americano Warren Buffett, injetarão US$ 10 bilhões na nova empresa.

A fusão, que deve ser completada até o final do ano, reunirá sob um mesmo grupo marcas populares como Heinz, Oscar Mayer e a própria Kraft. Três delas são avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Já outras cinco têm valor de mercado acima dos US$ 500 milhões.

A 3G Capital, dirigida pelo brasileiro Jorge Paulo Lemann, comprou há dois anos o grupo H.J Heinz por US$ 28 bilhões, uma operação que também contou com a participação da Berkshire Hathaway.

O grupo brasileiro também é proprietário de outras empresas conhecidas como o Burger King, além de controlar a InBev, a maior cervejaria do mundo com marcas como a Budweiser.

Após o anúncio do acordo, as ações da Kraft subiram 34%, alcançando um valor de mercado de US$ 48,5 bilhões. Nos últimos 12 meses, a valorização dos papéis do grupo foi de 47%.

Últimas notícias Ver mais notícias