Raríssimo, Jaguar XKSS 1957 original custa 14 vezes mais que reedição atual

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Divulgação

    Jaguar XKSS 1957: essa raridade foi reedita pela marca inglesa, mas nada como um original, né?

    Jaguar XKSS 1957: essa raridade foi reedita pela marca inglesa, mas nada como um original, né?

Um dos 16 exemplares originais do Jaguar XKSS -- sim, um daqueles de 1957 -- está à venda na California (EUA), pelo estratosférico preço de 14 milhões de libras (quase R$ 54 milhões na conversão direta) na casa de leilões Gooding & Company.

Esse valor é 14 vezes o preço da reedição (limitada a nove unidades) do modelo esportivo lançada pela montadora britânica no ano passado, que já não é um valor baixo. Mas este é um da leva original, claro.

Raro, raro, raro

Além de bastante raro, o XKSS tem bastante história para contar. O cupê inglês nasceu em meados dos anos 50 como uma versão homologada para as ruas do D-Type, Jaguar de competição que ganhou as 24 Horas de Le Mans por três anos seguidos, de 1955 a 1957, batendo competidores de respeito como Ferrari, Porsche e Mercedes-Benz.

Equipado com o mesmo motor de seis cilindros em linha e 3,4 litros usado nas pistas de corrida, rende mais de 250 cv de potência e um dos seus exemplares -- não o que está à venda na Califórnia -- já pertenceu ao ator Steve McQueen. Este, aliás, está no Museu Petersen, de Los Angeles, já mostrado por UOL Carros.

 

Os planos originais da Jaguar eram de converter 25 chassis do D-Type em unidades do XKSS. Porém, há 60 anos, um incêndio na fábrica da montadora em Bowns Lane acabou deixando apenas 16 delas inteiras, que acabaram ganhando as ruas.

Os nove exemplares faltantes deram origem à reedição de 2016, que completa o número originalmente planejado. Um deles pode ser vista em ação neste vídeo do canal Jay Leno's Garage do Youtube.

Últimas notícias Ver mais notícias