Loja faz cobertor do Capitão América com manga para usar computador no frio

Márcia Rodrigues
Colaboração para o UOL, em São Paulo

Depois de perder a fábrica têxtil da família em um incêndio, o engenheiro Mahmoud El Orra, 47, resolveu mudar o foco do negócio e abrir uma empresa de travesseiros e enchimentos. "Era algo fácil de produzir e que não exigia diferentes modelagens, o que ajudaria a nos reerguermos, já que toda casa tem travesseiros."

A Pillowtex foi inaugurada em agosto de 2007, em São Paulo. Ao longo de sua atuação, a empresa criou as marcas Masterconfort, Zona Criativa e Crazy4Cups e começou a comercializar, além dos travesseiros, artigos para presentear, como o cobertor com manga para usar enquanto se trabalha com computador ou se lê um livro no inverno (protege os braços do frio).

O grupo também tem licença para produzir peças da Marvel, clássicos da Disney e Cartoon Network. A empresa não revela faturamento nem lucro, mas diz que vendeu 2,6 milhões de peças no ano passado.

Entre os produtos, estão:

  • Cobertor com manga: tem opções lisa, listrada e com personagens como Homem-Aranha e Capitão América. Preço: R$ 59,90 (liso) e R$ 89,90 (com personagens).
  • Canecas: há modelos com frases ou licenciadas com os personagens Marvel (X-Men, Superman, Mulher-Maravilha, Homem-Aranha, O Incrível Hulk, Capitão América, Thor, Homem de Ferro etc.) clássicos da Disney (Mickey Mouse, Princesas etc.). Preço: de R$ 29,90 a R$ 69,90.
  • Almofadas: de R$ 29,90 a R$ 49,90.
  • Copo 2x1: ele tem compartimento que colocar bebida e snack (pequenos lanches). Preço: R$ 49,90.

Grupo lançou franquia no ano passado

A Pillowtex atua tanto no mercado de atacado, fornecendo artigos para papelarias e redes varejistas, quanto no varejo. As peças das três marcas -Masterconfort (travesseiros), Zona Criativa (almofadas, cobertores, canecas, copos, jogos de copos etc.) e Crazy4Cups (canecas e jogos de copos)- podem ser encontradas nas quatro lojas físicas da Zona Criativa, abertas em São Paulo.

"Abrimos as lojas para fazer uma pesquisa de mercado e sentir o que o público procura para planejarmos nossos próximos lançamentos."

Com a Crazy4Cups, criada no fim do ano passado e transformada em franquia, em janeiro deste ano, o grupo quer atingir diretamente o consumidor, vendendo, principalmente copos, canecas e squeeze. "Incluímos algumas peças da Zona Criativa, mas não são todas porque as lojas são abertas em quiosques, que são pequenos."

Veja os dados, informados pela empresa, para abrir uma unidade:

  • Investimento inicial: R$ 140 mil (inclui taxa de franquia, capital de giro e custo de instalação)
  • Faturamento médio mensal: R$ 30 mil
  • Lucro médio mensal: a partir de R$ 3.000 (10% do valor do faturamento)
  • Prazo de retorno  do investimento:  em até 14 meses

Atualmente, a marca tem duas lojas próprias e uma franquia, todas na cidade de São Paulo. A previsão é que outras duas unidades sejam inauguradas até o fim do mês, na capital paulista. O empreendedor diz que já está negociando com empresários de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e que espera abrir mais 19 unidades até o fim do ano.

Incêndio destruiu toda a fábrica

Mahmoud El Orra é filho de imigrantes libaneses e afirma que o pai chegou ao Brasil nos anos 40 por acaso. O empresário diz que a família queria sair do Líbano para ir morar nos Estados Unidos, mas pegou o navio errado e desembarcou no Brasil.

Inicialmente, a família abriu uma loja de tecidos, mas o negócio foi evoluindo até abrirem a indústria têxtil, que produzia colchas, e que foi fechada após o incêndio, em 2004.

A Pillowtex foi aberta com um investimento de R$ 100 mil e com dois funcionários. Hoje o grupo conta com 220 profissionais.

Diversidade de produtos é positiva para o negócio

Para Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), ter uma gama diversificada de produtos, que oferece opções para públicos diferentes, é positivo para o negócio.

O especialista afirma, no entanto, que os produtos não são de necessidade básica e que, num momento de crise, por exemplo, podem ser substituídos por imitações mais baratas.

"A criatividade é o forte do negócio, mas os produtos são fáceis de serem copiados. O empresário deve investir de forma constante em inovação."

Onde encontrar

Zona Criativa - http://www.lojazonacriativa.com.br/

Crazyc4ups - http://www.lojacrazy4mugs.com.br/

Empresa inventa engenhoca contra "ladrão" de cobertor

Últimas notícias Ver mais notícias