Agência Efe e Paraguai assinam memorando para formar jornalistas locais

Assunção, 17 jul (EFE).- O governo do Paraguai e a Agência Efe, através de seu presidente, José Antonio Vera, assinaram nesta segunda-feira, em Assunção, um memorando de entendimento para possibilitar a formação de jornalistas locais, em um ato precedido por um encontro com o presidente do país, Horacio Cartes.

O memorando, assinado por Vera e por Fabrizio Caligaris, ministro da Secretaria de Informação e Comunicação do Paraguai, estabelece as bases para uma colaboração que inclui as atividades de formação e aperfeiçoamento.

"Há de se levar em conta que a Agência Efe tem delegações em 120 países do mundo e o nível de colaboração pode ser levado de uma forma direta a qualquer país. Já fazemos isso na Espanha e isso permite que jornalistas de diferentes latitudes possam transitar e conhecer novos lugares, novas formas de fazer jornalismo, dentro de uma agência internacional como a Efe", explicou Vera.

O memorando estabelece que para as atividades de formação que possam se concretizar, a Sicom "fornecerá o financiamento suficiente para seu desenvolvimento ou administrará com outros órgãos públicos e privados, nacionais e internacionais, como o programa Becal, a dotação de bolsas de estudos ou recursos necessários para esses fins".

Antes da assinatura, Vera se reuniu com Cartes na residência presidencial, acompanhado de vários jornalistas de uma associação de comunicadores espanhóis fundada em 2003 e dedicada a criar um lugar de encontro para os profissionais do mundo da comunicação.

O encontro foi de caráter protocolar e foi conversado, entre outros temas, sobre o interesse das empresas espanholas para investir no Paraguai e do potencial turístico do país.

Últimas notícias Ver mais notícias