Pedro Taques vence no 1º turno, e PDT volta a governar MT após 18 anos

Do UOL, em São Paulo

  • José Medeiros/Divulgação

    Pedro Taques (fazendo sinal de positivo) recoloca o PDT no poder em MT

    Pedro Taques (fazendo sinal de positivo) recoloca o PDT no poder em MT

O senador Pedro Taques, 46, confirmou a vitória no primeiro turno para o governo de Mato Grosso neste domingo (5) e seu partido, o PDT, retomará o poder no Estado depois de 18 anos. O último governador do partido havia sido Dante de Oliveira, eleito em 1994, mas que rumou para o PSDB em 1997.

O pedetista conseguiu se eleger com 57,25% dos votos válidos, contra 32,45% de seu principal rival na disputa, Lúdio Cabral (PT), 43. A vaga do Mato Grosso no Senado ficou com o deputado federal Wellington Fagundes (PR), que obteve 48,19% dos votos válidos.

Fonte: TSE

Em ascensão desde o início da campanha, Taques contou com a saída de um de seus adversários para ficar à frente: o deputado estadual José Riva (PSD), 55, que teve a candidatura barrada com base na lei da Ficha Limpa e colocou a mulher, Janete Riva, 48, em seu lugar.

A saída de José Riva facilitou a vitória adiantada do pedetista, apesar do crescimento da intenção de votos no segundo colocado nas pesquisas mais recentes.

Nascido em Cuiabá e formado em direito, Taques já foi procurador da República, cargo que o tornou notório pelo combate a grupos de extermínio e ao crime organizado na Amazônia. Em 2010, pediu exoneração do Ministério Público Federal para disputar a eleição ao Senado e venceu.

Na campanha de 2014, o PDT reuniu outros 12 partidos (PP, DEM, PSDB, PSB, PPS, PV, PTB, PSDC, PSC, PRP, PSL e PRB) para derrubar o candidato petista, que teve apoio discreto do governador Silval Barbosa (PMDB).

Com sete minutos de propaganda eleitoral, a coligação de Taques, chamada de "Coragem e Atitude pra Mudar", teve o mesmo tempo da chapa "Amor a Nossa Gente", encabeçada por Lúdio e que reuniu PT, PMDB, PR, Pros e PC do B.

Taques aproveitou a alta reprovação da gestão peemedebista no Estado e os atrasos nas obras da Copa do Mundo para conquistar o eleitorado.

A disputa eleitoral teve embates entre Taques e Lúdio, como quando o petista apontou que o rival e a esposa do senador, Samira Martins, estavam em uma lista de investigados pela Polícia Federal na Operação Ararath,que apura crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro em Mato Grosso. O candidato do PDT negou a acusação.

Pedro Taques
  • Partido: PDT
  • Nascimento: 15/03/1968, em Cuiabá
  • Ocupação: Senador
  • Vice: Carlos Fávaro (PP)
  • Coligação: Coragem e Atitude pra Mudar (PDT / PP / DEM / PSDB / PSB / PPS / PV / PTB / PSDC / PSC / PRP / PSL / PRB)

Mas as maiores polêmicas na corrida eleitoral tiveram como protagonista a chapa do PSD. Apontado como o "maior ficha-suja do país" por responder a mais de cem processos, José Riva renunciou à candidatura após ter seu nome barrado pelo TSE. O deputado estadual é acusado, entre outros pontos, de participação em suposto esquema de desvio de recursos na Assembleia Legislativa, e chegou a ser preso em maio deste ano na Operação Ararath.

Sua mulher assumiu a candidatura. O nome de Janete, no entanto, faz parte da lista do Ministério do Trabalho de empregadores flagrados submetendo funcionários a condições análogas ao trabalho escravo

Em 20 de setembro, um avião modelo King Air de Janete foi roubado no município de Pontes e Lacerda. Os dois pilotos desapareceram, e a polícia suspeita que o avião tenha sido roubado por narcotraficantes e levado para a Bolívia. A candidata do PSD não estava na aeronave no momento do crime.

Mato Grosso

O novo governador comandará um Estado que tem população de 3,1 milhões de pessoas, segundo dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) 2013, espalhadas por 141 municípios. Cerca de 38% dos moradores vêm de outros Estados e países. Entre 1991 e 2010, a taxa de mortalidade infantil caiu de 33 a cada mil nascidos vivos para 16 a cada mil, e a expectativa de vida subiu de 64 anos para 74 anos, segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano.

Mato Grosso é um dos maiores produtores e exportadores de soja do mundo e também se destaca pela venda internacional de milho, algodão e carne bovina. De acordo com dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2010, a renda média per capita do Estado é de R$ 763 (a média brasileira é de R$ 668) e a taxa de analfabetismo é de 8% (9% em todo o país).

Principais problemas

Em Setembro, na enquete do "Esperançômetro", do UOL, a segurança pública era o item que os mato-grossenses mais esperam que melhore em sua vida, segundo 35% dos internautas que votaram em agosto. Já 15% dos internautas de Mato Grosso apontam as estradas como o principal problema --é o terceiro Estado com índice mais elevado nesse quesito em todo o Brasil.

Em seu plano de governo, Taques propõe estimular a atuação conjunta das polícias Civil e Militar e reativar as delegacias distritais, entre outras medidas, na área da segurança pública. Ele também fala em pavimentar as rodovias estaduais "cuja situação atual constitui entrave ao escoamento da produção e circulação em geral".

Raio-X das Eleições

Arte/UOL

Veja a votação em presidente e governador no 1º turno e como ficou a composição do Congresso

Clique para ver

Últimas notícias Ver mais notícias