Humorista Carlinhos Silva admite que "se esfregava" em mulheres no ônibus

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/SBT

    No "The Noite", Carlinhos Silva assume para Danilo Gentili que se esfregava em mulheres no ônibus

    No "The Noite", Carlinhos Silva assume para Danilo Gentili que se esfregava em mulheres no ônibus

Carlinhos Silva foi a atração do The Noite, do SBT, na madrugada desta terça-feira (8) e narrou para o apresentador Danilo Gentili como conseguiu entrar no Pânico, que ainda era veiculado apenas na rádio Jovem Pan. No bate-papo, o humorista admitiu que se esfregava nas mulheres no transporte público.

"Eu estudava em um colégio interno e a mulher do dono da rádio foi com minha cara. Quando surgiu uma vaga de office boy lá, ela me chamou para trabalhar e fui cheio de orgulho. Andava com a camiseta da Jovem Pan no ônibus e com um crachá escrito 'mensageiro'. Aliás, hoje tem essa história aí dos caras que ficam roçando nas meninas no metrô, mas isso já é velho. Eu ficava passando pra lá e pra cá dentro do ônibus. Quem é office boy sabe do que eu estou falando", disse ele justamente em um momento que as mulheres lutam para não sofrerem abusos dentro do transporte público.

Carlinhos entrou no Pânico em 1995 e deixou a equipe em 2007, quando foi contratado pela Record. Lá, ele ficou até 2013 quando rescindiu seu contrato em novembro. "Eu estava recebendo alguns convites e esse vínculo com a emissora estava me atrapalhando. Cheguei a um acordo com eles, saí, mas os convites pararam. Agora estou fazendo a mesma coisa que eu fazia quando estava lá: nada", brincou.

Últimas notícias Ver mais notícias