Apesar de excêntrica, Pamela é diferente de Chayene, diz Cláudia Abreu

Do UOL, em São Paulo

Elas são famosas, extravagantes e excêntricas. Apesar de algumas características em comum, Chayene e Pamela Parker, personagens de Cláudia Abreu nas novelas "Cheias de Charme" e "Geração Brasil", são "muito diferentes", segundo a atriz.

A nova novela das sete, que estreia em 5 de maio, no lugar de "Além do Horizonte", é dos mesmos autores de "Cheias de Charme", um sucesso do horário, que teve Cláudia na pele da cantora brega Chayene.

"Tivemos uma parceria feliz, e é muito bom voltar a trabalhar com a mesma galera. Mas embora a novela seja escrita pelos mesmos autores, e ambas as personagens sejam excêntricas, elas são muito diferentes", disse a atriz em entrevista ao jornal "O Globo".

Na nova trama, Pamela Parker é  uma atriz americana, filha de uma brasileira, que morreu quando ela era criança, e um magnata americano. Famosa desde que nasceu, é uma celebridade muito protegida e acostumada com as câmeras. Casada com Jonas Marra (Murilo Benício), um brasileiro que fez fortuna nos Estados Unidos no ramo de tecnologia, ela é mãe da patricinha Megan (Isabelle Drummond).

Cercada por brasileiros na história, a personagem falará português com um "sotaque sutil", segundo sua intérprete. 

Cláudia Abreu
Cláudia Abreu
Últimas notícias Ver mais notícias