Estúdio quer unir jogadores de "Minecraft" em todas as plataformas

Victor Ferreira
Do UOL, em Los Angeles

  • Divulgação

    Servidor "Realms" permitirá interação entre jogadores de "Minecraft" do PC e dispositivoa móveis; meta é integrar diferentes consoles no futuro

    Servidor "Realms" permitirá interação entre jogadores de "Minecraft" do PC e dispositivoa móveis; meta é integrar diferentes consoles no futuro

Em 2014, a Microsoft adquiriu o estúdio Mojang por US$ 2,5 bilhões, ganhando direito à licença do fenômeno mundial "Minecraft".

Após a operação, muitos fãs se mostraram preocupados com a empresa, temerosos que certas versões do game seriam abandonadas para favorecer os consoles Xbox e o PC, sobretudo com o sistema operacional Windows 10.

Tanto a Mojang quanto a Microsoft procuraram garantir que isso não aconteceria. Prova disso é que, agora, é possível acessar mundos de jogadores em diferentes plataformas - desde que se pague um preço.

Veja os destaques do Xbox na E3 2016

  •  

Por meio de um sistema de assinaturas, "Minecraft Realms" permite que jogadores se aventurem pelo mundo de pessoas em outros dispositivos - como foi demonstrado durante uma apresentação na conferência da Microsoft na E3 de 2016, quando foi possível ver jogadores interagindo via PC, iPad e outros dispositivos.

Porém, de acordo com o executivo Saxs Perrson (sem relação com o criador de "Minecraft"), este é apenas mais um passo rumo ao objetivo da Mojang de tornar possível a interação total entre os jogadores das mais diversas versões do game, desde PlayStation 3 até o microcomputador Raspberry Pi.

"Minecraft" para todos

"Segunda (14) foi um grande passo em termos de unir o público e permitir que pessoas de Xbox One, Windows e mobile pudessem jogar juntas como se estivessem apenas no Xbox", explicou.

Persson indicou que o próximo movimento nesse sentido envolve justamente a área de consoles que, por terem ecossistemas mais fechados, trazem uma série de desafios a serem superados pela equipe da Mojang. Entre as novidades almejadas para essas plataformas está o suporte a mods.

"Tentamos levar 'Minecraft' para onde quer que ele possa ir", declarou. "Qualquer dispositivo que possa jogá-lo vira um objetivo em si. Queremos que todos joguem juntos", disse Persson. "Este é o grande objetivo".

Nem Persson ou outros representantes da Mojang e da Microsoft revelaram o atual estágio das negociações, mas a previsão é de que interação entre usuários de diferentes consoles seja estabelecida por volta de 2017.

Últimas notícias Ver mais notícias