ONG de Fernanda Gentil que ajuda crianças no Rio é homenagem a parente morto

do BOL, em São Paulo

Longe das matérias e da apresentação do "Esporte Espetacular", Fernanda Gentil tem um projeto pessoal, no qual ganha "ganha" tempo, como revelou em entrevista ao UOL Esporte. É a ONG Caslu, que ajuda crianças no Rio de Janeiro.

Criado por Fernanda, Matheus Braga, seu ex-marido, e os amigos Patrick Lopes e Felipe Cantieri em 2013, o projeto nasceu como uma homenagem a um familiar morto.

"A Caslu começou em outubro de 2013, inspirada em uma história da minha família, que perdi uma pessoa muito próxima. Nos juntamos e quisemos transformar essa história, que foi triste e trágica para mim. Quisemos transformar em esperança, alegria para muitas outras pessoas. Tirar dessa tristeza algo bom para outras crianças", disse a jornalista ao UOL Esporte.

Segundo Fernanda, o tempo investido no projeto, que reverte em serviços e alimentos para instituições os fundos arrecadados com a venda de camisetas, serve para dar a dimensão real dos problemas no cotidiano. "Não é um carro batido, conta atrasada ou uma gordurinha a mais. Problema é a criança que chega numa caixa de sapato, num orfanato, portadora de HIV, abandonada com braço quebrado. Isso é problema", contou.

Com o nome inspirado no afilhado Lucas, que Fernanda adotou a pedido de uma tia pouco antes de morrer, a Caslu já ajudou 2 mil crianças em 12 instituições.

"Essas crianças são iguaizinhas as que a gente tem, nosso filho, nosso afilhado, sobrinho, neto. Iguaizinhos. Chega no orfanato, o olhar é o mesmo, a vontade é a mesma, as brincadeiras são as mesmas, pedido de colo é o mesmo. Então, isso nos aproxima muito das realidades, não tem como virar as costas", explicou a jornalista

(Com informações do UOL Esporte)

Quer receber notícias de Entretenimento de graça por mensagem no seu Facebook? Clique AQUI e digite Entretenimento após acessar o Messenger. É muito simples!

Últimas notícias Ver mais notícias