Participante do "Hell's Kitchen" dos EUA é encontrado morto em casa

Do UOL, em São Paulo

  • Fox/Getty Images

    Paulie Giganti, no "Hell's Kitchen"

    Paulie Giganti, no "Hell's Kitchen"

Paulie Giganti, que participou da 16ª temporada da versão norte-americana do "Hell's Kitchen", exibida pelo canal Fox, morreu aos 36 anos.

Ele foi encontrado sem vida em sua casa na Filadélfia, Estados Unidos, na quinta-feira pela manhã. Policiais foram chamados por um vizinho, que reclamou de mau cheiro. As autoridades encontraram a porta aberta e o cozinheiro no chão de seu quarto.

De acordo com teste clínico, obtido pelo TMZ, constatou-se a presença de drogas no corpo de Gigant. Não foi informada qual era o tipo de substância, mas as autoridades acreditam em uma overdose acidental.  

Giganti comandava um restaurante chamado Birra na cidade norte-americana do estado da Pensilvânia.

Antes de entrar no "Hell's Kitchen", ele disse que tinha vontade de ser engenheiro. O cozinheiro descobriu que poderia ter sucesso na gastronomia quando estava na escola:

"Um chef me mostrou como eram as coisas. Eu trabalhei para ele e era algo que eu gostava. Descobri que era bom naquilo e foi assim que essa história começou".

Últimas notícias Ver mais notícias