Ex-vocalista da banda XCalypso revela briga com Ximbinha: "Fui insultada"

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

    Ximbinha ao lado de Leya e Gêh Rodriguez, novos vocalistas do X-Calypso

    Ximbinha ao lado de Leya e Gêh Rodriguez, novos vocalistas do X-Calypso

Leya Emanuelly resolveu falar em seu Instagram o motivo de sua saída do XCalypso, onde ficou pouco mais de um ano. Ela, que foi a segunda cantora a deixar a banda comandada por Ximbinha, montada após a separação do guitarrista e de Joelma - Thábata Mendes foi a primeira -, decidiu seguir  carreira solo no sertanejo.

Leya começa o texto dizendo que não é justo sair com a imagem de irresponsável e que já não estava  tendo uma boa relação com Ximbinha. "Saí porque não conseguia me manter no Pará, e já não conseguia ter um relacionamento profissional e pessoal saudável com meu ex-patrão. (...) Eu não saí da banda para me dedicar ao concurso de miss, jamais iria abandonar meu trabalho e deixar as pessoas na mão de uma forma tão irresponsável.  Vim para casa, Serra Talhada-PE, pois precisava de cuidados médicos e não tinha condições de me tratar lá em Belém-PA, pois não recebia ajuda de custo da banda.  Estava precisando ganhar algum 'extra' paralelo à banda", explicou ela.

A cantora contou que foi uma decisão muito difícil deixar o grupo. "Mas depois de ter pensado, refletido e de ter tentado por enumeras vezes conversar e resolver da melhor forma, expondo todos os pontos e quase sempre sem nenhum êxito. Já não tinha um porquê continuar ali", declarou.

Leya ainda revela que foi insultada por Ximbinha. "'Vesti a camisa' de uma pessoa que posteriormente, sem o mínimo de respeito, se julgou no direito de me insultar, gritar e fazer julgamentos com palavras baixas, denegrindo a minha imagem e meu caráter. A gratidão acabou ali", disse ela, que relatou ter tido problemas de ansiedade, insônia e depressão com o ocorrido: "Graças a Deus, já estou ficando bem".

O UOL entrou em contato com a assessoria de Ximbinha sobre o caso, que não quis se pronunciar.

 

Sobre minha saída da banda Xcalypso... 1°(Primeira parte) Estava em dívida com vocês e por isso vim contar minha real versão dos fatos, vou tentar ser breve. Não posso sair com a imagem de uma pessoa irresponsável, pois não fui e isso não seria justo comigo e nem com quem acredita em mim e no meu trabalho. Saí porque não conseguia me manter no Pará, e já não conseguia ter um relacionamento profissional e pessoal saudável com meu ex patrão. Peço desculpas a todos os fãs e admiradores, não falei quase nada antes sobre minha saída da banda Xcalypso, pois havia um contrato que me impossibilitava de fazer qualquer pronunciamento a respeito e só recebi uma cópia depois que vim embora. (Meu advogado está cuidando disso) Gostaria de esclarecer alguns pontos: Eu não saí da banda para me dedicar ao concurso de miss, jamais iria abandonar meu trabalho e deixar as pessoas na mão de uma forma tão irresponsável. Vim para casa, Serra Talhada-Pe pois precisava de cuidados médicos e não tinha condições de me tratar lá em Belém-PA pois não recebia ajuda de custo da banda. Estava precisando ganhar algum "extra" paralelo a banda, e pensei: Já que estou em casa e vou participar desse concurso "talvez me abra portas para desfiles, fotos..." Já que eu não poderia ganhar "extras" fazendo shows como cantora em outros lugares. Foi muito difícil tomar a decisão de sair, fiz da XCalypso meu projeto de vida, mas depois de ter pensado, refletido, e de ter tentado por enumeras vezes conversar e resolver da melhor forma, expondo todos os pontos e quase sempre sem nenhum êxito. Já não tinha um porquê, continuar ali. (Continuar...)

Uma publicação compartilhada por Leya (@leyaoficial)

 

 

 

em

Últimas notícias Ver mais notícias