Aos 17 anos, ex "Menina Fantasma" quer estudar direção: "Sou muito tímida"

Felipe Abílio
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram annalivya1

    Anna Livya, a menina fantasma do SBT, vai se mudar para o Rio de Janeiro e quer ser diretora de TV

    Anna Livya, a menina fantasma do SBT, vai se mudar para o Rio de Janeiro e quer ser diretora de TV

À primeira vista, pouca gente lembra que a jovem atriz das fotos, com pinta de modelo, não é um rosto desconhecido da TV. Aos 17 anos, Anna Livya Padilha diz não ter nenhum problema em ser reconhecida pela interpretação da "Menina Fantasma", das pegadinhas do SBT, e recorda até hoje o dia em que Silvio Santos a revelou sem a maquiagem assustadora do quadro.

"Depois que a pegadinha estourou, o Silvio não deixou ninguém me levar aos programas porque ele queria me apresentar sem maquiagem para o público. Lembro que estava pronta nos bastidores esperando ele me chamar, mas acabou a gravação, ele estava indo embora já e uma produtora gritou que eu estava lá esperando. Ele fez a equipe montar tudo de novo, ligar as câmeras, e entrou abraçado comigo dizendo que eu era sua nova aquisição. Não tenho como explicar essa sensação. O Silvio é uma pessoa incrível."

Reprodução/SBT - Instagram annalivya1
Anna Livya na época em que estourou com a pegadinha e atualmente
Prova de que não se incomoda em ter seu nome associado à personagem é que na sua conta no Instagram, que soma mais de 600 mil seguidores, a própria atriz se identifica como "menina fantasma". A câmera escondida é um dos maiores êxitos do "Programa Silvio Santos": com mais de 12 milhões de visualizações, foi exportada para vários países e ganhou outras versões.

Anna Livya, no entanto, não parou aí. A atriz interpretou a Janu do remake de "Chiquititas" até 2013 e agora faz planos para mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro, onde pretende atuar e estudar direção. 

"Quero fazer faculdade de rádio e TV, tenho projetos para atuação lá mas meu sonho é dirigir, sou bem mandona", diz, rindo. "Amo ficar na frente das câmeras atuando, quando tenho um personagem, mas não sou muito versátil quando tenho que falar diretamente com a câmera porque sou muito tímida. Meu grande sonho é dirigir."

Anna estreou na TV como a menina que assustava estranhos num elevador aos 10 anos e conta que não escapou do "bullying" com a repercussão da pegadinha na televisão. "Já tinha apelidos antes, mas depois virei só menina fantasma. Não me incomodava de forma alguma, foi um personagem que me abriu as portas."

SBT
A atriz também deu vida a Janu da segunda versão de "Chiquititas"
Fora do ar desde 2015, com o fim da novela infantil no SBT, a atriz deve estrear um projeto multiplataforma que envolve teatro, cinema, web e uma série na Netflix. 

"É um projeto que estamos finalizando alguns pilotos de divulgação com a Netflix e que tem um público alvo de 12 a 24 anos. Estaremos em cartaz com um musical, tem um projeto de uma série e futuramente um programa na web. Minha personagem será a Giovana, uma adolescente que cobra muito de si porque tem pressão da família em casa, é mais na dela, mas bastante determinada", adiantou.

Críticas e assédio nas redes

Muita gente se surpreendeu com o visual "adulto" que Anna exibe na internet, mas ela minimiza os comentários em torno de sua aparência aos 17 anos. "Até as mães de alguns atores vieram me falar sobre isso porque realmente mudei desde 2012. Não acho que estou me vestindo [de forma] muito adulta como dizem, me visto do jeito que me sinto confortável."

A fama já rendeu à atriz também algumas situações constrangedoras, como assédio de seguidores adultos nas redes. Sem revelar detalhes, Anna conta que a família já processou pelo menos um desses seguidores, mas afirma que tenta ignorar as investidas e que não vai mudar a forma como interage com os fãs por causa disso.

"Aconteceu na minha página do Facebook e foi algo que não me deixou nada confortável. Com todas as atrizes mirins já aconteceu isso, de pervertido mandando mensagem e até fotos. As mulheres têm sofrido com a falta de respeito neste sentido, mas tento levar da melhor maneira possível. Não é pela roupa que eu uso que estou dando liberdade para que isso aconteça. Tento deixar de lado e focar em outras coisas porque não vale a pena."

Reprodução/Instagram annalivya1
Anna Livya vai se mudar para o Rio de Janeiro para estudar Rádio e TV

Últimas notícias Ver mais notícias