Após saída de Frejat, baixista Rodrigo Santos deixa o Barão Vermelho

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Barão pós-Frejat: Rodrigo Santos (primeiro à esquerda) deixou a banda por "incompatibilidade de agenda"

    Barão pós-Frejat: Rodrigo Santos (primeiro à esquerda) deixou a banda por "incompatibilidade de agenda"

Menos de um ano após Frejat anunciar sua saída do Barão Vermelho, mais um integrante deixou a banda. O baixista Rodrigo Santos ocupava o posto desde 1992 e agora seguirá em carreira solo.

A saída de Santos foi justificada por "incompatibilidade de agenda e projetos pessoais".

"Os "barões" estão fazendo ensaios para escolher o baixista que vai acompanhá-los nos shows da turnê que segue pelo país e preparam um novo álbum de inéditas previsto para o primeiro semestre de 2018", anunciou a banda no Facebook.

O Barão Vermelho segue com Guto Goffi e Maurício Barros, fundadores da banda; Fernando Magalhães, no grupo desde 1985, e Rodrigo Suricato que assumiu os vocais após a saída de Frejat em janeiro deste ano.

Na época, Frejat contou que não houve briga e que a decisão foi tomada apenas por diferenças no dia a dia. "Depois de 35 anos, nesse momento, tinha uma visão diferente em relação ao futuro e a continuidade da banda e, justamente, para não atrapalhar o que seria a vontade de todos os outros eu achei melhor sair", explicou.

Últimas notícias Ver mais notícias