Luke Skywalker de Recife chorou morte da "irmã" Princesa Leia de Star Wars

Gisele Alquas
Do UOL, em São Paulo

  • Paulo Pacheco/UOL

    George Medeiros, 51, na CCXP 2017 de cosplayer de Luke Skywalker, de "Star Wars"

    George Medeiros, 51, na CCXP 2017 de cosplayer de Luke Skywalker, de "Star Wars"

Caracterizado como Luke Skywalker da saga "Star Wars", George Medeiros, 51, é um dos cosplayers que está mais fazendo sucesso neste primeiro dia de CCXP 2017 (Comic Con Experience 2017). A cada passo, o cirurgião dentista de Recife é abordado para tirar fotos. A feira geek, que acontece no São Paulo Expo, abriu as portas nesta quinta-feira (7) e segue até o próximo domingo.

Fanático por "Star Wars", George --que coincidentemente tem o mesmo nome do diretor dos primeiros filmes, George Lucas--, assistiu no cinema a estreia do primeiro longa da saga, em 1977, e diz se lembrar como se fosse hoje. "Eu sempre fui muito fã e, na época, foi uma loucura. Era tudo muito glamuroso", conta ele, que gastou R$ 500 para confeccionar o figurino por conta própria.

George comentou com tristeza sobre a morte de Carrie Fisher, a eterna princesa Leia da saga e irmã de Luke, há um ano. "Chorei, fiquei muito triste. Foi um baque para todos os fãs", diz ele, que é integrante da Federação dos Jedi, em Recife, que conta com mais de cem membros: "Fizemos uma homenagem linda para ela".

George é colecionador de miniaturas e tudo que envolve o universo de "Star Wars". Ele não tem noção de quantos objetos da franquia possui, mas reforça que são muitos. É a primeira vez que ele participa da CCXP e diz estar encantado. "Tudo está lindo. É minha primeira vez em São Paulo e a hospitalidade do povo é maravilhosa", elogia o dentista, que vai curtir os quatro dias do evento.

Últimas notícias Ver mais notícias