Naldo Benny chora em vídeo e explica posse de arma: "Teve um assalto em casa"

Do UOL, em São Paulo

Após ser preso pela acusação de agredir a mulher, Ellen Cardoso, Naldo Benny gravou um vídeo em que se diz arrependido. Chorando muito, o funkeiro pede perdão e explica por que tinha uma arma em casa encontrada pela polícia.

"A arma não teve nada a ver com a briga. A arma estava aqui por conta de um assalto que eu tive aqui. Eu nem sabia onde estava a arma. A Ellen diz isso no depoimento dela, que eu nem sei onde estava a arma. Não era pela nossa briga. Não tinha nada a ver com isso", disse ele em vídeo enviado pela assessoria do cantor ao UOL.

Emocionado, Naldo disse estar com saudades de Ellen, conhecida como Mulher Moranguinho, e da filha de três anos.

"Estou morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher. Estou no quartinho dela olhando todas as nossas fotos. Arrependido, destruído e sem a menor vergonha de falar. Sei que as pessoas vão me bater, me julgar, mas creio que Deus vai fazer um milagre e eu vou agradecer em público pela restituição da minha família", declarou.

Leia outras:

Ele ainda voltou a dizer que está em busca de ajuda: "Eu quero incansavelmente pedir perdão a minha mulher, perdão a vocês e pedir ajuda. Creio que existe um propósito de Deus nisso. Desde esse acontecimento que Deus entre na frente e me ajude. Quero deixar claro que eu amo muito a minha mulher e quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais". 

Em entrevista ao programa "Fofocalizando", nesta quinta, Naldo falou brevemente sobre a briga: "A gente se aborreceu, a gente acabou se agredindo. Acabei quebrando telefone dela". Ele disse não saber exatamente o que motivou a discussão.

Prisão de Naldo

O funkeiro Naldo Benny foi preso em casa, na Freguesia, zona oeste do Rio, nesta quarta-feira. Ele é acusado de agredir Ellen Cardoso. A polícia foi à casa do cantor e encontrou ainda uma arma. 
 
No último sábado, Ellen teria sido agredida com chutes, socos e puxões de cabelo, depois de uma briga por ciúmes. Ela fez exame de corpo de delito e saiu de casa. Segundo a delegada Viviane Costa, a ex-dançarina contou que as agressões acontecem desde o início do relacionamento, sempre motivado por ciúmes.
 
Segundo o UOL apurou, as brigas eram constantes e Naldo chegou a agredir a mulher na frente de outras pessoas. O cantor ficou detido na Delegacia da Mulher, em Jacarepaguá, também na zona oeste do Rio, e foi solto após pagamento de fiança. Após ser liberado, ele realizou um show de confraternização de final do ano dos funcionários do 18º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com nota da Polícia Militar, a apresentação já estava acertada há um mês. 
Últimas notícias Ver mais notícias