Quer se hospedar de graça ou quase? Estes 14 sites vão te ajudar

Bruna Caricati
Colaboração para o UOL

  • Getty Images

Reduzir ou eliminar o gasto com a acomodação é possível e pode fazer com que sua viagem dure mais tempo e que você tenha mais recursos para gastar com outras coisas, como uma excursão, compras ou refeições em bons restaurantes. Como? Há alguns serviços inusitados para se hospedar de graça ou a um preço bem acessível. Confira algumas alternativas abaixo:

Hospede-se na casa de um local

Uma das melhores maneiras de se hospedar de graça é ficando na casa de alguém que vive onde você pretende ir. Além de economizar na acomodação, você ainda pode fazer amizade com o anfitrião e obter informações preciosas sobre o destino. Existem diversos sites que fazem isso acontecer, mas o Couchsurfing e o Stay4Free são os mais famosos e contam com plataformas mais modernas.

Normalmente, você troca algumas mensagens com o anfitrião para ter uma ideia do que ele espera, quais as regras da casa e o que ele dispõe para você, isto é, se você pode ocupar o sofá da sala ou se há um quarto disponível. Você talvez esteja se perguntando se é seguro dormir na casa de um estranho em um país desconhecido. O caso é que pessoas que estão dispostas a abrir suas casas para estrangeiros tendem a ter mente aberta, a ser respeitosas e também viajam através desses sites, então entendem seus receios e necessidades.

É importante destacar que essas ferramentas trabalham com uma verificação de identidade rigorosa, portanto, há um esforço para manter a segurança de ambas as partes. No entanto, fique atento a alguns quesitos, como se há uma foto no perfil do anfitrião, se o perfil está devidamente preenchido, se há comentários de outros viajantes e se o perfil está sinalizado como verificado pela plataforma. Se você sentir que há algo errado, é só não aceitar.

Faça intercâmbio de casa

Outra maneira de se hospedar de graça é através de um programa de troca de casas. Essa é uma boa ideia, especialmente para pessoas que possuem uma casa própria e que são desapegadas. Os intercâmbios domésticos são exatamente como soam, ou seja, por um período de tempo determinado, você troca de casa com uma pessoa ou família de outro país.

Há uma preocupação com a segurança da casa, mas lembre-se de que a outra pessoa também está confiando em você. Os sites que oferecem esse tipo de experiência também têm vários níveis de verificação de identidade. Antes de decidir a troca, os interessados se comunicam por telefone e e-mail, e não há compromisso se achar que a casa oferecida não é adequada para você. As pessoas que topam fazer esse intercâmbio costumam ter perfis parecidos e dividem valores semelhantes em relação a viagem e economia compartilhada.

Se emprestar a casa não é algo que te agrada, você ainda pode optar por uma alternativa: há serviços que dão a oportunidade de o viajante se hospedar de graça na casa de uma pessoa, enquanto ajuda em alguma tarefa doméstica no período em que o proprietário viaja ou se ocupa de outros afazeres. A ajuda pode ser desde limpeza, jardinagem até cuidar dos pets. Alguns sites que você pode conferir para encontrar esse tipo de troca são Mind my House, House Carers, Luxury  House  Sitting, Trusted  House  Sitters e Nomador

Troque trabalho por acomodação

Além de se hospedar na casa de pessoas e ajudá-las com serviços domésticos, há uma forma similar de se hospedar de graça trocando trabalho por acomodação. Há algumas plataformas que conectam bares, hostels, fazendas, hotéis, restaurantes e até retiros de yoga com viajantes que precisam de um lugar para ficar e estão dispostos a oferecer suas habilidades como pagamento.

O WWOOF, o Helpx e o Work Nomads são sites bastantes utilizados por mochileiros que gostam de estar em meio à natureza e estão dispostos a realizar um trabalho voluntário em fazendas --geralmente orgânicas– em troca de um lugar para dormir e de alimentação. As funções são acordadas antes de o viajante ir, o que evita surpresas desagradáveis.

Já o Worldpackers é o Workaway se baseiam em troca de trabalho nos mais variados setores, como hostels, escolas, casas de famílias, fazendas, retiros, lojas, entre outros. Se você pretende se aventurar no mundo através da troca de trabalho, esses dois serviços disponibilizam ofertas mais gerais, então são as melhores opções para começar a sua busca.

Fique em mosteiros

Se você gosta de viver experiências realmente novas e diferentes, talvez se interesse em se hospedar em templos religiosos, como mosteiros e igrejas. Através de sites como o Booking Monastery e o Monastery Stays, você pode descobrir se a cidade para onde vai há esse tipo de serviço. Geralmente as acomodações são simples e rústicas, mas garantem o necessário para a sua estadia. Dependendo do país, pode ser que haja regras para horários, então vale se informar sobre o funcionamento do local antes de ir.

A vantagem de ficar em um mosteiro é que muitos pedem em troca apenas uma doação ou cobram a metade do preço de um quarto de um hotel. Além do quarto, você terá a oportunidade de realizar refeições preparadas por monges, freis ou freiras –depende da religião do país. É bastante indicado para quem se interessa por culturas diferentes, religiões, história e aprecia lugares tranquilos.

Últimas notícias Ver mais notícias