Ex-BBB Mariana Felício festeja saúde de gêmeos após dias na UTI: "Gratidão"

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Instagram

    Mariana Felício e Daniel Saulo com os filhos

    Mariana Felício e Daniel Saulo com os filhos

Em janeiro, a ex-BBB Mariana Felício deu à luz José e João, gêmeos de sua relação com o também ex-BBB Daniel Saullo, que ela conheceu quando os dois participaram da edição de 2006 do reality show global. Na noite desta segunda-feira (16), ela usou sua conta no Instagram para comemorar a saúde dos bebês após eles enfrentarem dias na UTI.

"Foram 98 intermináveis dias e mais algumas intermináveis poucas horas do dia 13 de abril de 2018 para que eu pudesse experimentar a emoção de ter meus gêmeos José e João juntos.Nestes dias que se passaram, é realmente difícil descrever a montanha russa de pensamentos e sentimentos que nos levavam lá pra cima e/ou lá pra baixo conforme cada relatório diário da equipe médica, mas não só os relatórios, também a maneira como podíamos senti-los ou percebe-los. João apresentou menos problemas de saúde e pôde deixar a UTI após 48 dias de nascido. Para José, a jornada de sobrevivência foi mais crítica, mais custosa, mais dramática e tensa. Mas José resistiu, recuperou-se, e finalmente veio para nossos braços e abraços contidos e guardados durante todos estes dias de espera ansiosa e esperançosa", contou ela.

Em outro momento, Mariana dividiu com os fãs que sua gravidez foi de risco e que ela teve que tomar uma série de cuidados para preservar a saúde dos pequenos.

"Após a surpresa e a alegria de saber que estava grávida de gêmeos, veio a confirmação através de um ultrassom de rotina que seria uma gestação de alto risco. Foram identificados sinais de uma síndrome feto fetal que ocorre na gestação onde os fetos compartilham uma placenta única - que era o meu caso. E que coloca ambos os fetos em risco de vida. Após uma bem-sucedida intervenção realizada pelo Dr. Fábio Peralta, em São Paulo, meus meninos José e João aproveitaram os prováveis, escassos e preciosos 75% que haviam sido calculados pelo médico como chance de um deles sobreviver à delicada e arriscada intervenção. Eles sobreviveram", comemorou ela.

Por fim, a ex-BBB agradeceu a todos que estiveram com sua família nesses dias difíceis."Agradecemos imensamente a todas as pessoas, familiares e amigos que com seu amor e preces formaram esta rede amorosa que nos carregou e embalou nos momentos - que não foram poucos , onde tínhamos que ficar firmes e fortes quando a vontade era somente de chorar de aflição e medo pela fragilidade deles. Que Deus recompense a todos! Só podemos dizer gratidão! Gratidão", ressaltou ela.

Juntos há 12 anos, Mariana e Daniel também são pais de Anita, de 3 anos, e Antônio, de 2.

Foram 98 intermináaaaaaveis dias e mais algumas intermináaaveis poucas horas do dia 13 de abril de 2018 para que eu pudesse experimentar a emoção de ter meus gêmeos José e João juntos , como antes haviam ficado na minha barriga até nasceram prematuros no dia 06 de janeiro de 2018. Dia de Reis. Nestes dias que se passaram é realmente difícil descrever a montanha russa de pensamentos e sentimentos que nos levavam lá pra cima e/ou lá pra baixo conforme cada relatório diário da equipe médica, mas não só os relatórios, também a maneira como podíamos senti-los ou percebe-los quando ficávamos próximos das incubadoras ligadas e com aquelas aparelhagens emitindo sinais de controle do estado respiratório e geral deles. Nosso sentimento de impotência era total. E total teve que ser nossa Confiança e Fé de que tudo ficaria bem! Após a surpresa e a alegria de saber que estava grávida de gêmeos veio a confirmação através de um ultrassom de rotina que seria uma gestação de alto risco. Foram identificados sinais de uma síndrome feto fetal que ocorre na gestação onde os fetos compartilham uma placenta única - que era o meu caso.E que coloca ambos os fetos em risco de vida. Após uma bem sucedida intervenção realizada pelo Dr. Fábio Peralta, em São Paulo, meus meninos José e João aproveitaram os prováveis, escassos e preciosos 75% que haviam sido calculados pelo médico como chance de um deles sobreviver à delicada e arriscada intervenção. Eles sobreviveram! Continuação no próximo post

Uma publicação compartilhada por Mariana Felicio (@marianafelicioreal) em

Continuação E também sobreviveram as remoções seguidas de UTI Neonatal já nas primeiras horas de nascidos e na primeira semana também até serem recebidos na UTI Neonatal do Hospital Dr. Jose de Carvalho Florence onde permaneceram até o momento da alta individual. João apresentou menos problemas de saúde e pôde deixar a UTI após 48 dias de nascido. Para José a jornada de sobrevivência foi mais crítica, mais custosa, mais dramática e tensa... mas José resistiu , recuperou-se e finalmente veio para nossos braços e abraços contidos e guardados durante todos estes dias de espera ansiosa e esperançosa . Nosso sentimento de felicidade! Alegria ! e Gratidão! é infinito. Agradecemos imensamente a todas as pessoas, familiares e amigos que com seu Amor e preces formaram esta rede amorosa que nos carregou e embalou nos momentos- que não foram poucos , onde tínhamos que ficar firmes e fortes , quando a vontade era somente de chorar de aflição e medo pela fragilidade deles. Agradecemos imensamente às Equipes médicas e de Enfermagem das Utis onde nossos bebês José e João estiveram antes de ser transferidos para este maravilhoso Hospital Dr José Florence de Carvalho, no qual permaneceram até o momento da tão esperada alta hospitalar. À Equipe Médica, de Enfermagem e de Fisioterapia deste Hospital Dr. Jose de Carvalho Florence um Milhão de vezes OBRIGADA!!!! Muito mais que profissionais competentes, experientes, e dedicados vocês foram verdadeiros e reais anjos cuidando dos nossos José e João e de todos os bebês desta Uti Neo natal. Que Deus recompense a todos ! Só podemos dizer Gratidão! Gratidão! CréditoVan Costa @vancosta_fotografaemae

Uma publicação compartilhada por Mariana Felicio (@marianafelicioreal) em

Últimas notícias Ver mais notícias