Larissa sofreu anos com efeito sanfona e secou 20 kg após mudanças simples

Thamires Andrade
Colaboração para o VivaBem

  • Arquivo pessoal

Larissa Cleto, 27 anos, começou a lutar contra a balança em 2014. Cansada do vai e vem do peso após a gravidez, ela resolveu mudar o corpo para sempre. Veja como Larissa conseguiu conciliar treino, trabalho, dieta e maternidade para eliminar 13% de gordura

"Não tive problemas com o peso na infância e adolescência, mas comecei a engordar em 2014. Morava sozinha e estava em um relacionamento que a diversão era comer: cozinhar para os amigos em casa, fazer churrasco, sair para jantar etc. Fora que também bebia bastante nessas ocasiões e era totalmente sedentária.

Arquivo pessoal
Só reparei que meu peso não era ideal quando vi uma foto minha de biquíni na praia. Estava redonda e cheia de celulite. Fiquei impressionada e aquilo foi a chave para mudar meus comportamentos. Minha família é de obesos e não queria sofrer com os mesmos problemas.

Mudei de cidade, terminei o relacionamento e comecei a me cuidar. Passei a seguir dicas de emagrecimento na internet, cortei as bebidas alcoólicas, as massas, o açúcar e as frituras. Por cinco meses, só mudei a alimentação, nada de treino. Mas vi que estava ficando flácida e resolvi entrar na academia. Comecei a melhorar meu físico e busquei um nutricionista.

Como já estava acostumada com uma alimentação balanceada desde criança, colocar legumes, frutas e saladas no cardápio não foi um problema. O pior foi cortar a farinha. Comia muito pão e mudar essa mentalidade não foi fácil. O que me ajudou no início foi ter uma refeição livre na semana. Assim, não passava tanta vontade de comer alguns alimentos.

Não gostava de academia. Achava o lugar chato, não conhecia os equipamentos e também não curtia ficar com um treinador do lado. Mas coloquei na minha cabeça que ia tentar fazer direitinho por três meses para me adaptar realmente. No começo, ia forçada.

Comecei a gostar de malhar somente quando percebi a mudança do corpo nas fotos. Fui me acostumando com a musculação e fiz amigos. E o melhor: pulei de 72 kg para 58 kg. 

Arquivo pessoal
Sempre tive facilidade para emagrecer, o problema era o efeito sanfona. No verão, me cuidava e no inverno acabava comendo mais besteira e abrindo mão da academia. Em 2016, engravidei e não me preocupei com a balança. Ganhei 12 kg, mas logo  emagreci  8 kg . Aí, relaxei e o peso aumentou novamente. 

Em julho de 2017, busquei uma nutricionista. Não podia seguir uma dieta da minha cabeça pois estava amamentando. Desde então, tenho uma alimentação saudável e fácil de manter. Não sofro mais com o efeito sanfona. O primeiro cardápio não foi nem um pouco restrito. Só a reeducação alimentar mesmo, mas já fez diferença. Depois comecei a dieta low carb, que me ajudou a definir o corpo. O método foi bom para controlar minha vontade de comer farinha. 

Hoje, se quero um bolo, uso na receita farinha de amêndoa e castanha. Não sinto falta do trigo. Minha alimentação é repleta de saladas, carnes e gorduras boas.

Arquivo pessoal
Também voltei de vez para a academia. Para isso, tive que me planejar bem para conciliar meu trabalho em uma multinacional com os treinos e minha filha pequena. Encontrei uma creche perto do trabalho que fica aberta até mais tarde. Saio da empresa, malho por uma hora e depois busco minha filha. No começo, voltar a malhar foi difícil, pois mudou muito minha rotina. Mas me adaptei rapidamente.

Nos fins de semana, preparo as marmitas. Foi isso que fez com que conseguisse definir o corpo pela primeira vez.

Achava que era só fazer abdominais para ter uma barriga definida, mas depois percebi que a alimentação é primordial. Quanto mais disciplina, mais resultados.

Arquivo pessoal
Segui o cardápio à risca e cai de 72 kg para 51 kg. Fora que o percentual de gordura reduziu de 31% para 18% -- e ainda quero baixar mais um pouquinho.

Acabei com o efeito sanfona e hoje mantenho meu peso com mais facilidade. Tenho até duas refeições livres no mês. Registrar a minha mudança no Instagram também foi algo que me ajudou a seguir motivada. De certa forma, até me "obrigou" a manter a rotina saudável, já que queria postar os alimentos corretos e isso me ajudava a ser regrada.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook  Instagram  YouTube    

Últimas notícias Ver mais notícias