Teste de intolerância alimentar pode auxiliar no emagrecimento?

Chloé Pinheiro
Colaboração para o VivaBem

  • iStock

    Dificilmente uma intolerância estará escondida a ponto de exigir um teste amplo

    Dificilmente uma intolerância estará escondida a ponto de exigir um teste amplo

Recentemente, ganhou fama um exame que avalia mais de 200 tipos de alimentos e aditivos em busca de possíveis intolerâncias para ajudar no emagrecimento. Mas será que esse tipo de teste tem mesmo algum papel na perda de peso?

Há um pouco de verdade nisso, pois a intolerância significa que o organismo tem dificuldade de processar certo alimento. Logo, ao ter que lidar com ele, podem ocorrer consequências como inchaço, distensão abdominal, que dão a impressão de que a barriga está maior.

Veja também:

O ponto é que, justamente por conta disso, dificilmente uma intolerância estará escondida a ponto de exigir um teste amplo. "Os sintomas são muito presentes e desconfortáveis, então geralmente a pessoa percebe que algo está errado e que alimento está provocando aquilo", explica Sender Jankiel Miszputen, gastroenterologista e diretor da Federação Brasileira de Gastroenterologia.

Outra consideração é que existem diversos tipos de intolerâncias além das mais comuns, lactose e glúten, então o ideal seria fazer uma investigação mais específica. "É claro que depende do profissional que irá avaliar, mas a princípio não recomendamos testes para múltiplos alimentos, até porque a precisão deles não é totalmente confiável", opina Miszputen.

iStock
No fim das contas, a situação está muito mais ligada a problemas de saúde e má absorção de nutrientes do que à balança

Isso porque a intolerância varia de grau e manifestação, ou seja, pessoas podem suportar quantidades diferentes do alimento em questão e ter sintomas bem específicos. Essas nuances delicadas não são flagradas apenas com uma prova laboratorial. "Intolerâncias devem ser analisadas individualmente e não em pacotes", resume Miszputen.

Sem contar que, no fim das contas, a intolerância está muito mais ligada a problemas de saúde e má absorção de nutrientes do que à balança.

Não costumamos focar nas intolerâncias nos tratamentos de perda de peso, mas sim na diminuição de calorias ingeridas, em atividade física e em uma alimentação mais saudável e equilibrada" Airton Golbert, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Quando é hora de fazer o teste?

Se você se sente desconfortável constantemente, tem gases, diarreia, dores abdominais e outros sintomas, vale procurar um especialista. Até mesmo porque, para quem é intolerante de verdade, a ingestão do alimento não tolerado pode provocar uma inflamação constante no intestino. "A longo prazo, isso altera os hormônios da fome e a absorção dos nutrientes", explica Gabriela Cilla, nutricionista de São Paulo.

Só não vale deixar de comer um ingrediente por conta própria por pensar que seu organismo não o tolera, sem uma investigação profissional. "Já se sabe, por exemplo, que restringir o glúten em quem não é intolerante pode levar a algumas doenças como o diabete", destaca Golbert. Na dúvida, converse com o médico e fique atento às reações do seu corpo após as refeições.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Últimas notícias Ver mais notícias