Bolo de aniversário tem fotos de 77 transexuais assassinadas; entenda

Da Universa

  • Getty Images

    Ativista Ashlee Marie Preston lançou campanha ao completar 34 anos

    Ativista Ashlee Marie Preston lançou campanha ao completar 34 anos

A expectativa de vida de uma pessoa negra e transexual nos Estados Unidos é de 35 anos. Ao completar 34, a ativista e advogada Ashlee Marie Preston decidiu usar seu bolo de aniversário para discutir a violência transfóbica e lembrar vítimas que foram assassinadas antes de chegar a esta idade. 

"Hoje eu completo 34 anos. Ironicamente, não vou chegar aos 35", escreveu  Preston, ao publicar foto do bolo no Instagram. 

Veja também: 

Na cobertura, Ashlee mandou estampar o rosto de 77 transexuais negras assassinadas por transfobia antes dessa idade nos Estados Unidos. 

"Estou lançando hoje a campanha 'Prospere Além dos 35' para ajudar [outras] mulheres trans negras a se imaginarem em outro lugar que não seja um caixão. Por favor, entre nessa para lembrar aos nossos irmãos e irmãs que não estamos apenas sobrevivendo, mas sim prosperando", escreveu. 

Aqui no Brasil o cenário não é melhor: o país lidera o ranking mundial de assassinatos a transexuais e travestis, com uma morte a cada 48 horas

Apesar da seriedade do assunto, a ativista tratou o tema com bom-humor em entrevista ao "HuffPost USA": "Estou de dieta desde fevereiro. Então pensei: 'Já que é para quebrar o regime e comer bolo, que seja por uma boa causa". 

Em 2017, Ashlee fez história a se tornar a primeira editora-chefe de uma revista norte-americana, no comando da publicação feminista "Wear Your Voices". 

Últimas notícias Ver mais notícias