Acusado de abuso, diretor de filme com Jessica Chastain pede demissão

Caio Coletti
Colaboração para o UOL

  • George Pimentel/WireImage

    O diretor Matthew Newton

    O diretor Matthew Newton

O diretor Matthew Newton anunciou que não está mais trabalhando no filme "Eve", que será estrelado por Jessica Chastain. O cineasta australiano se demitiu após pressão on-line por parte dos fãs da atriz, que apontaram várias acusações de abuso e violência doméstica contra ele.

Em declaração oficial, divulgada pelo site "The Wrap", Newton reconhece o "poder e importância" dos protestos. "Estou profundamente ciente de que tenho uma responsabilidade de liderar no campo em que falhei no passado", escreve. "Eu nunca poderei desfazer o mal que fiz para as pessoas que amei, e carrego essa vergonha comigo todos os dias."

Alberto Pizzoli/AFP
A atriz Jessica Chastain

"Nos últimos oito anos, tenho trabalhado extensivamente com profissionais de saúde mental para me ajudar a superar o vício, a depressão e outros problemas", comenta. "Nos últimos seis anos, tenho vivido uma vida quieta e sóbria. Tudo o que posso fazer agora é tentar ser um exemplo vivo de contrição e contribuir com a energia positiva da nossa indústria."

Newton confessou ter agredido a ex-namorada, Brooke Satchwell em 2007. Sua sentença, no entanto, foi revogada quando um psiquiatra testemunhou dizendo que o cineasta sofria de depressão e dificilmente voltaria a ser violento. Desde então, Newton foi acusado de assédio sexual e abuso por várias outras mulheres, incluindo outra namorada, Rachael Taylor.

Jessica Chastain foi anunciada como a estrela de "Eve", descrito como um drama de ação, na semana passada. Não há confirmação do estúdio se o filme, que também tem roteiro assinado por Newton, continuará em produção com outro diretor.

Últimas notícias Ver mais notícias