60% das mulheres brasileiras viajam sozinhas pela independência e liberdade

Do UOL

  • Getty Images

Um estudo feito com mulheres no Reino Unido, Estados Unidos, França, Índia, Alemanha, Itália, Brasil e China aponta que mais de 50% das brasileiras já viajaram sozinhas, mais de 56% delas pretendem fazer uma viagem sem acompanhantes no prazo de 1 a 6 meses, e 65% viajou sozinha pela primeira vez entre 18 e 25 anos.

Segundo a pesquisa, as mais aventureiras do mundo são as italianas: 63% das mulheres quem vivem no país, entre 18 e 65 anos, já exploraram outro país. As alemãs aparecem em segundo lugar, com 60%. As menos inclinadas a se aventurar no exterior são as americanas, com apenas 16%.

Veja também

No entanto, isso parece mudar. Atualmente, 62% das mulheres que vivem nos Estados Unidos estão planejando uma viagem sozinha nos próximos anos.

O tempo médio das experiências individuais das mulheres é de 1 semana e, globalmente, mais de 50% delas escolheram uma viagem rápida ao exterior. No entanto, mais de 30,5 milhões de mulheres nos mercados pesquisados ​​fizeram viagens longas de mais de 6 meses, equipadas com nada além de uma mochila e uma mente aberta.

"O que continuou voltando para nós através da pesquisa que fizemos e da nossa equipe foi o aumento de tantas mulheres aventureiras optando por experimentar destinos de longa e curta sem acompanhantes (...) Esperamos que possamos capacitar e inspirar viajantes em busca de aventuras individuais a continuar explorando sem limites", disse Claire Bentley, diretora da British Airways Holidays.

Este estudo também revela as razões pelas quais a tendência de viajar sozinha tem ganhado força. Mais de 60% das brasileiras que participaram da pesquisa afirmam preferir viajar sozinhas pela independência e liberdade para organizar o próprio roteiro, seguida pela possibilidade de conhecer novas pessoas e ter experiências únicas, com 50%.

As brasileiras que viajam sozinhas escolhem América Central e América do Sul, com 46%, Estados Unidos e Canadá, com 42% e Europa, com 36%.

Globalmente, Dubai, Emirados Árabes e Oriente Médio são os destinos menos explorados entre as mulheres que viajam sem acompanhantes, com menos de 10% de visitantes. O Sudeste Asiático e Sul da Ásia, Ásia Oriental, África e África do Sul são as regiões com menor índice de preferência das brasileiras como destino para uma viagem sozinha.

Outro dado ainda mostrado pela pesquisa é que as mulheres brasileiras que viajam sozinhas para superar o fim de um relacionamento são 7%. Enquanto os homens que o fazem pelo mesmo motivo são 10%.

Enquanto isso na China, mais mulheres do que homens fizeram uma viagem individual ao exterior mais de 10 vezes.

Últimas notícias Ver mais notícias