"Chaves" vai virar musical no Brasil: "É o Chaplin latino", diz produtora

Paulo Pacheco
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Elenco de "Chaves" canta "A Vizinhança do Chaves (Que Bonita Sua Roupa)"

    Elenco de "Chaves" canta "A Vizinhança do Chaves (Que Bonita Sua Roupa)"

Há 34 anos no ar no Brasil, "Chaves" ganhará uma adaptação inédita para o teatro. A série mexicana vai virar musical, ainda sem data de estreia definida, mas os trabalhos começaram nos últimos meses. Nesta semana, a produtora responsável obteve liberação do Ministério da Cultura para financiar o espetáculo via leis de incentivo --o projeto custa R$ 8,7 milhões.

Quem está por trás do projeto é a atriz e produtora Adriana Del Claro, atualmente à frente do musical "Natasha, Pierre e O Grande Cometa de 1812". Zé Henrique de Paula assinará a direção e Fernanda Maia o roteiro, que terá as piadas clássicas e novas histórias. O Fórum Chaves, maior comunidade de fãs da série no Brasil, participa da curadoria.

Adriana, que atuou na novela "Carrossel" e produziu o musical da trama, comemora a parceria com o SBT e o Grupo Chespirito, que cuida do legado de Roberto Gómez Bolaños (1929-2014), criador de "Chaves".

Divulgação/SBT
Roberto Gómez Bolaños posa como Chaves
"Há alguns anos estou atrás do 'Chaves'. Fiz 'Carrossel' com o SBT e me abriu portas, e o 'Cometa' selou. Viram que era uma produção muito bacana. Eles sabem que é uma equipe em que eles confiam", afirma Adriana Del Claro ao UOL.

De acordo com a sinopse apresentada ao MinC, o musical contará a história de Bolaños e, depois, encenará "Chaves", com direito a réplica da vila e outros cenários lúdicos. A produtora pretende viajar até o México para negociar itens raros do comediante, como manuscritos e figurinos originais da série, para uma exposição.

"A ideia é trazer coisas de Bolaños e do universo 'Chaves' que nunca ninguém viu. Vamos fazer um tributo. Quero homenagear 'Chaves' como o Chaplin latino", explica Adriana, comparando o comediante mexicano à lenda do humor Charlie Chaplin (1889-1977).

Lançada em 1972, "Chaves" estreou no SBT em 24 de agosto de 1984, dentro do programa "TV Powww!", naquele dia apresentado por Paulo Barboza. Durante mais de 30 anos, incomodou a concorrência e chegou a liderar a audiência. Desde 21 de maio de 2018, o Multishow, canal pago do Grupo Globo, exibe "Chaves" e "Chapolin" com episódios inéditos.

No auge do sucesso, o elenco de "Chaves" viajou pela América Latina, mas nunca se apresentou no Brasil. Segundo Edgar Vivar (Sr. Barriga), Bolaños não queria ser dublado nos shows. O próprio Vivar, além de Carlos Villagrán (Quico), Rubén Aguirre (Professor Girafales) e Maria Antonieta de las Nieves (Chiquinha), já realizaram espetáculos no país.

Em 2011, o Grupo Chespirito e a Televisa trouxeram ao Brasil uma peça de teatro baseada no desenho animado de "Chaves", com atores estrangeiros fantasiados como grandes bonecos e dublados em português, mas o espetáculo fracassou.

Últimas notícias Ver mais notícias