Shakira será denunciada na Espanha por fraude fiscal milionária

De Barcelona (Espanha)

  • Mariana Pekin/UOL

    Shakira faz show no estádio Allianz Parque, em São Paulo

    Shakira faz show no estádio Allianz Parque, em São Paulo

A Promotoria de Barcelona deve apresentar uma denúncia contra a cantora colombiana Shakira por fraude fiscal após concluir que ela sonegou impostos entre 2011 e 2014, simulando viver em paraísos fiscais.

Fontes do Ministério Público disseram à agência de notícias Efe que a defesa da cantora já foi comunicada da decisão dos promotores de apresentar a denúncia contra Shakira por crimes contra a Fazenda Pública.

Os promotores abriram no ano passado uma investigação contra Shakira depois de um relatório da Agência Tributária. Segundo o órgão, a cantora teria deixado de pagar imposto de renda entre 2011 e 2014, simulando ter vivido seis meses por ano em paraísos fiscais.

Há poucos dias, os advogados da artista apresentaram uma defesa por escrito à Promotoria de Crimes Financeiros de Barcelona. No documento, eles alegavam que Shakira estava em dia com a Fazenda Pública e pedia o arquivamento das denúncias contra sua cliente.

Segundo o jornal "La Vanguardia", Shakira pagou há alguns meses 20 milhões de euros à Fazenda Pública da Espanha. O dinheiro corresponderia a dívidas e juros calculados desde 2011. Além disso, a cantora teria feito outro pagamento, de 14,5 milhões de euros, devido aos impostos sonegados entre 2012, 2013 e 2014.

Em comunicado, a assessoria de Shakira garante que a cantora "cumpriu com suas obrigações tributárias" e "não deve nenhuma quantia" ao governo da Espanha.

"Assim que ela soube o valor que, segundo a Agência Tributária, deveria pagar, realizou o pagamento em totalidade", disse na nota.

Além disso, Shakira, que é casada com o zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, também afirmou que, até 2015, nunca passou mais de 183 dias na Espanha. Por isso, não chegou ao tempo de permanência suficiente no país para que, de acordo com os critérios da Agência Tributária, seja obrigada a pagar imposto de renda.

Na versão da cantora, ela vive um "caso único" por se tratar de uma estrangeira que vive na Espanha, mas que recebe 96% de seu dinheiro em outros países.

"É preciso levar em consideração que Shakira tem uma atividade profissional muito intensa fora da Espanha e, portanto, sua estrutura familiar é muito diferente dos modelos convencionais", acrescentou a nota da assessoria da cantora.

O comunicado também afirma que Shakira pagou a dívida cobrada pela Agência Tributária como "mostra de sua disposição em solucionar as divergências, apesar da existência de critérios técnicos contrários a sua consideração como residente fiscal na Espanha".

"A conduta de Shakira em matéria tributária sempre foi irrepreensível em todos os países nos quais teve que pagar tributos e seguindo fielmente o critério dos melhores especialistas e analistas", conclui o comunicado.

Últimas notícias Ver mais notícias