Anderson nocauteia no segundo round, defende cinturão pela décima vez e faz as pazes com Sonnen

Jorge Corrêa e Rafael Krieger
Do UOL, em Las Vegas (EUA)

  • Donald Miralle/Zuffa LLC

    Anderson Silva venceu Chael Sonnen por nocaute no 2º round e manteve o cinturão

    Anderson Silva venceu Chael Sonnen por nocaute no 2º round e manteve o cinturão

Anderson Silva já tinha avisado: "acabou a brincadeira". Na noite de sábado em Las Vegas, o brasileiro finalmente calou o norte-americano Chael Sonnen e defendeu o cinturão dos médios pela décima vez no UFC 148, lutando praticamente "em casa" com o apoio dos brasileiros que encheram a MGM Grand Arena. 

Depois de ser dominado no chão durante todo o primeiro assalto, Anderson reagiu e, pela primeira vez diante de Sonnen, lutou como o campeão. Esquivou-se de um soco giratório, viu o norte-americano cair no chão e, após acertar uma joelhada, encaixou uma sequência de golpes que forçou o nocaute técnico no segundo round. 
 
Ao final da luta, Anderson fez as pazes com Sonnen: "Não tenho nada contra o Chael. Ele desrespeitou meu país, mas isso é só uma luta. Acima de tudo, isso é esporte", declarou Anderson em inglês.
 
Em português, Spider pediu: "Vamos mostrar que o Brasil tem gente educada, vamos aplaudir o cara também.  Se você quiser fazer um churrasco lá em casa eu te convido, minha mulher faz para a gente", completou. Sonnen respondeu: "Estou feliz por ter tido essa oportunidade, você é um verdadeiro cavalheiro".
 
Sonnen vinha abusando das provocações contra Anderson e o Brasil desde a primeira luta entre os dois, em 2010, quando o norte-americano dominou o combate, mas perdeu por finalização no quinto round. 
 
A vitória de Anderson foi a revanche dessa rivalidade e apagou a mancha deixada em sua carreira por ter apanhado durante 23 minutos na sua primeira vitória contra Sonnen. No segundo combate entre os dois, a história foi diferente. 
 
Depois daquela luta no UFC 117, Anderson alegou estar com uma costela quebrada, enquanto Sonnen foi pego no doping. O jogo de provocações entre os dois ao longo de quase dois anos fez do combate deste sábado o mais esperado da história. Dentro do octógono, o brasileiro acertou as contas com o falastrão norte-americano, mas sem antes passar por um susto no primeiro round.
O combate já começou de forma inesperada. Sonnen começou com tudo e logo derrubou Anderson, repetindo o que aconteceu no primeiro combate. O brasileiro passou por maus bocados, ficando em desvantagem sob o corpo do rival durante todo o primeiro assalto. Spider tentava achar a posição ideal para finalizar, mas o desafiante não dava brecha. 
 
Foram mais cinco minutos de domínio de Sonnen sobre Anderson. O norte-americano passou a empolgar a torcida local, e os brasileiros mostravam preocupação. E no segundo assalto, o campeão foi novamente encurralado logo no começo.
 
Mas, quando o norte-americano tentou um soco giratório, acabou dando de cara na grade após a esquivada do Spider. 
 
Sentado no chão, Sonnen tomou uma joelhada e então foi Anderson quem montou no rival. Uma série de golpes sem reação do norte-americano fez o árbitro interromper a luta faltando dois minutos para o final do segundo round. 

Veja os resultados do UFC 148

Card principal  

Anderson Silva venceu Chael Sonnen por nocaute (Peso médio)
Forrest Griffin venceu Tito Ortiz por decisão unânime dos juízes (Meio-pesado)
Cung Le venceu Patrick Côté por decisão unânime dos juízes (Médio)
Demian Maia venceu Dong Hyun Kim por nocaute(Meio-médio)
Chad Mendes venceu Cody McKenzie por nocaute(Pena)
Mike Easton venceu Ivan Menjivar por decisão unânime dos juízes (Galo)

Card preliminar  
Melvin Guillard venceu Fabrício "Morango" Camões por decisão unânime dos juízes (Leve)
Khabib Nurmagomedov venceu Gleison Tibau por decisâo unânime dos juízes (Peso Leve)
Costa Philippou venceu Riki Fukuda por decisão unânime dos juízes (Peso médio)
Shane Roller venceu John Alessio por decisão unânime dos juízes (Peso leve)
Rafaello Oliveira venceu Yoislandy Izquierdo  por decisão unânime dos juízes (Peso leve)
 
Últimas notícias Ver mais notícias