Atrito em campo pesou na saída de Emerson do time titular, diz Tite

Do UOL, em São Paulo

  • Reinaldo Canato/UOL

    Sheik fica irritado ao ser substituído e ignora Tite na vitória do Corinthians sobre o Coritiba, por 1 a 0

    Sheik fica irritado ao ser substituído e ignora Tite na vitória do Corinthians sobre o Coritiba, por 1 a 0

Emerson se irritou ao ser substituído por Tite e, também por isso, começará no banco do Corinthians na partida contra o Luverdense, nesta quarta. Em entrevista coletiva após o treino desta terça, o treinador confirmou que o atrito interferiu em sua decisão de iniciar a partida com Alexandre Pato e Paolo Guerrero no ataque.

"Quero dizer que tem sempre cunho técnico e disciplinar em todas as questões", disse Tite, que foi mais claro sobre o episódio em si. "Não sei o quanto ele ficou bravo com ele porque não teve o melhor desempenho ou bravo com o treinador que o tirou. De qualquer forma está errado, porque temos de sempre estar voltados à equipe. O mais importante não é o Tite, o Emerson, ninguém. O importante é o Corinthians", completou. 

Emerson começará a estreia do Corinthians no banco de reservas ao lado de Edenílson, outro titular da fase recente que começará no banco de reservas. Pela importância para o time e pela maneira como deixa a equipe, porém, o Sheik chama mais atenção. 

Na partida contra o Coritiba, Emerson começou o jogo ao lado de Pato no ataque, mas não rendeu e foi substituído no segundo tempo. Na saída de campo, ele passou sem cumprimentar o técnico Tite e chegou a atirar uma garrafa d'água longe ao sentar no banco de reservas. 

Questionado sobre o assunto em sua entrevista coletiva concedida no Pacaembu, o treinador minimizou o ato em um primeiro momento. Agora, com os ânimos mais tranquilos, ele chegou a falar com o jogador. "Não pode ficar chateado, porque senão dá margem a interpretação e eu tenho de responder uma série de coisas. Mata no peito. Disse a ele para ter calma", disse Tite. 

Depois da confusão em campo, Emerson ainda conseguiu entrar em uma polêmica ainda maior, ao postar uma foto em que beija um amigo em uma rede social. A imagem ganhou enorme repercussão e o atacante chegou a ser ameaçado por cinco torcedores organizados que fizeram um protesto no CT Joaquim Grava. 

Emerson Sheik
Emerson Sheik
Últimas notícias Ver mais notícias