Portuguesa tem início arrasador, marca 3 vezes em sete minutos e vence o Bahia

Do UOL, em São Paulo

  • Mauro Horita/AGIF

    Gilberto comemora gol marcado pela Portuguesa na partida contra o Bahia neste sábado

    Gilberto comemora gol marcado pela Portuguesa na partida contra o Bahia neste sábado

A Portuguesa tem se acostumado a perder pontos importantes no Brasileirão nos minutos finais das partidas, mas contra o Bahia na noite deste sábado, o time rubro-verde não deu chance a sina dar as caras no Canindé. Com três gols em sete minutos, a Lusa venceu o tricolor baiano por 4 a 2, ultrapassou São Paulo e Ponte Preta, mas ainda segue na zona de rebaixamento, onde está há 11 rodadas.

Com o triunfo, a Portuguesa foi aos 16 pontos, está na 17ª posição, e agora torce contra o São Paulo, que neste domingo encara o Botafogo. O Bahia ficou nos mesmos 23 pontos, em 7º.

Foi o terceiro jogo entre as duas equipes em dez dias, mas diferente da Copa Sul-Americana quando foi eliminada com uma derrota e um empate, a Lusa se deu bem neste sábado.

O início de jogo dos donos da casa foi fulminante. Em apenas sete minutos, a equipe já havia marcado três vezes e deixava encaminhada a sua terceira vitória em 17 jogos do Brasileirão.

Aos 2min, Moisés Moura deixou a marcação de Lucas Fonseca para trás e cabeceou livre para abrir o placar. Dois minutos depois, Gilberto sofreu pênalti de Titi e bateu com categoria. Aos 7min, o mesmo Gilberto aproveitou cruzamento e ampliou para 3 a 0. Enquanto isso, o Bahia só assistia.

Inconformado com a fraca atuação, o técnico Cristóvão Borges mexeu duas vezes no time antes da metade da etapa, mas as alterações não surtiram efeito. O Bahia ainda mandou duas bolas na trave no primeiro tempo, com Fernandão e Madson, mas as oportunidades surgiram mais pelo acaso do que por uma evolução da equipe.

O Bahia iniciou a reação aos 10min, quando Ferdinando tocou a mão na bola e Heber Roberto Lopes marcou o pênalti. Fernandão cobrou forte, no meio do gol, e diminuiu a desvantagem.

A resposta da Portuguesa foi rápida e certeira. Aos 15min, Bergson, que havia acabado de substituir Gilberto, subiu livre na área adversária e cabeceou com força, sem chance para Marcelo Lomba para tentar frear o princípio de reação.

Os visitante, no entanto, não desistiram. O ritmo diminuiu após o quarto gol da Lusa, mas o Bahia reagiu e aos 27min Wallyson fez um golaço. Dois minutos depois, Fernandão perdeu chance clara.

A equipe baiana se animou com o tento, mas não conseguiu chegar ao gol de Lauro com real perigo e a Lusa levou o jogo como queria até o apito final. 

Últimas notícias Ver mais notícias