Ex-jogador da seleção alemã sub-17 morre durante ataque aéreo na Síria

Berlim, 18 nov (EFE).- O ex-jogador da seleção alemã sub-17, Burak Karan, morreu em 11 de outubro vítima de um ataque aéreo na Síria, quando lutava contra o regime de Bashar Al-Assad, informou nesta segunda-feira o jornal alemão "Bild".

O ex-jogador de futebol morreu por conta do ataque efetuado pelas forças de Assad em uma cidade próxima a Azaz, dois quilômetros ao sul da fronteira que entre Turquia e Síria.

Karan defendeu a seleção alemã em categorias de base onde compartilhou convocações com jogadores como o meia do Real Madrid Sami Khedira e o jogador do Schalke 04 Kevin-Prince Boateng.

No entanto, Karan decidiu de pôr fim à carreira em 2008 com apenas 20 anos antes de começar a estabelecer contatos com grupos islamitas.

"Burak me disse que o dinheiro e sua carreira não eram importantes para ele e em vez disso, começou a buscar continuamente vídeos na Internet sobre zonas em guerra" explicou ao "Bild" o irmão do ex-jogador de futebol, Mustafá.

De fato, segundo informaram fontes dos serviços de segurança alemã, Karan foi investigado por seus vínculos com islamitas, sob a acusação de "apoio a organizações terroristas estrangeiras".

A última imagem que se tem de Karan provém de um vídeo postado no YouTube 11 dias após sua morte, no qual o alemão, de 26 anos, aparecia levando um fuzil.EFE

jvm/ff

Últimas notícias Ver mais notícias